sexta-feira, 2 de setembro de 2016

ESQUERDA & DIREITA = UM

Meu amigo Jiddu Saldanha propôs um jogo no fb onde pedia para explicarmos a uma adolescente, chamada BRISA, o que é Esquerda e Direita na política, sem falar mal dos políticos. Aceitei.



"BRISA,

Esquerda e Direita sao como os hemisférios do nosso cérebro, brigando destroem a gente o mundo o país tudo. Esquerda e Direita sao ilusões do medo da ganância da incompreensão. Estão se diluindo na briga aparente do Bem - esquerda ou direita - contra o Mal - direita ou esquerda -, por pura falta de capacidade de comunicação e inteligência, ja que nos colocamos a mercê de emoções destrutivas, brigamos e nos desarticulamos, ao invés de construir o mundo na vida que vivemos.

Veja, BRISA, que a ambição material não é algo intrinsecamente ruim. Vivemos nesse mundo, não somos soprinhos divinos desincorporados. A ambição constrói. Vamos só levar em consideração que também não somos sólidos eternos. Mudanças recheadas de imaterialidades estão em nós e ao nosso redor. Isso assusta!

Ser ESQUERDA ou DIREITA pode ser a forma do nosso barquinho encarar o mar imenso. Quem vai nos guiar, qual sera o nosso leme e motor? O medo? O amor?
Questões praticas devem ser encaradas sem fortes emoções (sim, essas que nos empurram sentidos e goelas a dentro). As emoções nos inspiram como os ventos, sopram as velas do nosso coração, integrando-nos ao próprio mar, que as absorve e diz: "sou silêncio, sou paz".

As mãos no leme são razão e emoção de dentro pra fora - que nos conduzem a terra do cérebro inteiro.

A direita está falida na ganancia e egoismo. A esquerda esta falida na prepotencia e amadorismo.

Precisamos juntar os talentos em prol do bem comum, da generosidade em compartilhar e cuidar das riquezas que "Deus" nos deu nessa terra multitrilhardária, nosso Brasil, que por enquanto alguns poucos "fortes" sugam e destroem, enquanto chutam os "mais fracos". E os "mais fracos" querendo ser "fortes", agem de duas formas diferentes: uns se juntam aos seus algozes, outros lutam.

BRISA, pra mim a solucao esta no meio: integridade pessoal, diálogo e união.



:: REFLEXÃO SOBRE AS PALAVRAS ::

Quem sabe usar as palavras o sabe, talvez, não pelo poder de usar o pensamento e a reflexão histórica. Quem sabe usar as palavras teria essa obrigação, viu? Quem sabe usar as palavras deveria apresentar "porte de palavras", só que não. As palavras são tacadas ao vento como balas perdidas. Sem sentido, sem verdade, sem noção.

Um dia vai chegar, como as flores brilharam na face da terra, um dia em que as palavras so aceitarão sair da mais pura e real reflexão pessoal acerca da história lida ouvida vivida sentida. Sem manipuladores, sem manipulados. O respeito a percepção que o outro tem nos coloca em um patamar de educadores. Sim! Somos todos educadores. Que as minhas palavras sejam sábias, gentis, verdadeiras, corajosas, compassivas, respeitosas, construtoras de mim, colaboradoras do nós. VIVA O AMOR! VIVA A DEMOCRACIA! 

4 comentários:

  1. Brisa, está feliz e comentou muito comigo este texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Jiddu,
      Gratissima pela inspiraçao, ontem, hoje e sempre!

      Excluir
  2. Simplesmente maravilhoso.. fico quase sem palavras.
    Um grande abraço e obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk Joao, vc é um dos que nao podem ficam sem palavras!!! Abs agradecido pela mentoria, persistencia, flexibilidade, firmeza e sensibilidade! Enfim, grata por usar os dois lados do cerebro! Abs fraterno

      Excluir

O fruto da vida

Acreditamos que Deus é todo poder, todo amor, toda verdade, toda justiça e toda harmonia, não é mesmo. Queremos manifestar sua grandio...