sexta-feira, 17 de julho de 2015

A felicidade esta no cumprimento da missao

Felicidade!

Um sentimento natural que surge quando você sente que faz parte de um plano maior, quando você se curva, e se rende e faz a sua parte no plano.

Não importa qual seja, e quão difícil, grande ou pequeno nos parece.

Nós fomos criados com todas as habilidades necessárias para cumprir uma missão e teremos toda ajuda necessária.

A felicidade não é chegar lá, não é uma conquista, pois nunca saberemos quando chegaremos.

Talvez estaremos sempre a caminho de um grande desafio, sempre que alcançamos alguma meta, logo em seguido partimos em direção a conquista de outros desafios maiores.

Estamos sempre no caminho e na busca.  Então a felicidade não pode esperar, não pode estar na chegada ou na conquista, precisa estar nos detalhes do caminho, nas pequenas vitorias e nos aprendizados adquiridos pelo caminho.

E como saber se estamos no caminho certo da missão? 

Talvez, a alegria e satisfação que sentimos ao fazer as coisas possa ser nossa  grande indicação que estamos no caminho certo, 

quem sabe ...


Mensagem do Grupo,




3 comentários:

  1. João Sérgio,
    Seu post me lembrou os versos do poeta espanhol Antonio Machado:
    ..."caminhante, não há caminho
    se faz o caminho ao andar"...
    :D
    abraço,
    Silvia


    Cantares (Antonio Machado)

    "Tudo passa e tudo fica
    porém o nosso é passar,
    passar fazendo caminhos
    caminhos sobre o mar

    Nunca persegui a glória
    nem deixar na memória
    dos homens minha canção
    eu amo os mundos sutis
    leves e gentis,
    como bolhas de sabão

    Gosto de ver-los pintar-se
    de sol e grená, voar
    abaixo o céu azul, tremer
    subitamente e quebrar-se…

    Nunca persegui a glória

    Caminhante, são tuas pegadas
    o caminho e nada mais;
    caminhante, não há caminho,
    se faz caminho ao andar

    Ao andar se faz caminho
    e ao voltar a vista atrás
    se vê a senda que nunca
    se há de voltar a pisar

    Caminhante não há caminho
    senão há marcas no mar…

    Faz algum tempo neste lugar
    onde hoje os bosques se vestem de espinhos
    se ouviu a voz de um poeta gritar
    “Caminhante não há caminho,
    se faz caminho ao andar”…

    Golpe a golpe, verso a verso…

    Morreu o poeta longe do lar
    cobre-lhe o pó de um país vizinho.
    Ao afastar-se lhe viram chorar
    “Caminhante não há caminho,
    se faz caminho ao andar…”

    Golpe a golpe, verso a verso…

    Quando o pintassilgo não pode cantar.
    Quando o poeta é um peregrino.
    Quando de nada nos serve rezar.
    “Caminhante não há caminho,
    se faz caminho ao andar…”

    Golpe a golpe, verso a verso."

    (Tradução de Maria Teresa Almeida Pina)


    Cantares
    Antonio Machado

    "Todo pasa y todo queda,
    pero lo nuestro es pasar,
    pasar haciendo caminos,
    caminos sobre el mar.

    Nunca persequí la gloria,
    ni dejar en la memoria
    de los hombres mi canción;
    yo amo los mundos sutiles,
    ingrávidos y gentiles,
    como pompas de jabón.

    Me gusta verlos pintarse
    de sol y grana, volar
    bajo el cielo azul, temblar
    súbitamente y quebrarse…

    Nunca perseguí la gloria.

    Caminante, son tus huellas
    el camino y nada más;
    caminante, no hay camino,
    se hace camino al andar.

    Al andar se hace camino
    y al volver la vista atrás
    se ve la senda que nunca
    se ha de volver a pisar.

    Caminante no hay camino
    sino estelas en la mar…

    Hace algún tiempo en ese lugar
    donde hoy los bosques se visten de espinos
    se oyó la voz de un poeta gritar
    “Caminante no hay camino,
    se hace camino al andar…”

    Golpe a golpe, verso a verso…

    Murió el poeta lejos del hogar.
    Le cubre el polvo de un país vecino.
    Al alejarse le vieron llorar.
    “Caminante no hay camino,
    se hace camino al andar…”

    Golpe a golpe, verso a verso…

    Cuando el jilguero no puede cantar.
    Cuando el poeta es un peregrino,
    cuando de nada nos sirve rezar.
    “Caminante no hay camino,
    se hace camino al andar…”

    Golpe a golpe, verso a verso."

    ResponderExcluir
  2. Silvia,
    Lindo seu comentário.
    Merecia um posto especial só para ele.
    Abs

    ResponderExcluir

O fruto da vida

Acreditamos que Deus é todo poder, todo amor, toda verdade, toda justiça e toda harmonia, não é mesmo. Queremos manifestar sua grandio...