Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

O Despertar Para O Deslumbramento Da Consciência Espiritual

O Supermentalismo é uma escola ativa de disciplina mental, destinada a promover o despertar das superiores qualidades e virtudes latentes em todas as criaturas. Tem o poder de harmonizar filosofias, credos, pensamentos e idéias. Nossa conduta é força viva, reflete-se no espelha da vida e mil olhos procuram seguir-nos, para perquirir de nossa sinceridade. Então o nosso exemplo atrairá e servirá a outros seres. O viver supermental não é uma utopia, mas uma condição possível de começar a ser vivida aqui e agora. O contato com a verdade confere responsabilidade. A criatura isolada tem maior dificuldade para vencer. A vida não é luta, mas cooperação; não é competição, mas emulação, cada um dando o melhor de si para o bem de todos. A humanidade está sendo tangida ao progresso e evolução espiritual, porque espiritual é a essência, a realidade e o alvo. Não vos iludais com as aparências. A resistência ao aprimoramento se traduz neste choque com as correntes materialistas, onde o ódio, o de

Reflexoes sobre a Trama da Alma

Diz o axioma "O tolo segue sua estrela, o sabio a domina" O tolo, é a personalidade, movida pelos elementos astrologicos, numerologicos e fisicos das quais se torna refem. O sabio é a alma que aprendeu a dominar estas forças, usando-as na justa medida e no momento exato, aquele que aprendeu a obter os melhores resultados para o cumprimento da missao.   Esta personalidade sozinha não poderá fazer nada para mudar esta situação a menos que a alma enxergue a causa e intervenha, alterando a reação diante dos estímulos internos e externos sofridos por esta personalidade. A personalidade expressa, enquanto a alma aprende e aquire sabedoria. Ao vivenciar  as experiencias, a personalidade erra ou acerta e armazena fragmentos de informação na mente. A cada nova experiencia a  alma  aprende utilizando estes fragmentos de informação de cada experiencia  unindo os pontos através de um processo conhecido como cognição, gerando uma "chispa" de compreensão, popularmente conhecid

A ARTE DE ORAR

Neste número trazemos a nossos irmãos uma bela prece intitulada Súplica. E como introdução e inspiração ao ato supremo da oração anexamos algumas palavras do nosso amado Irmão Maior Antônio Olívio Rodrigues, retiradas de seu precioso livro Curso de Iniciação Esotérica: “Não necessitamos de andar ociosos ou apressados para a plena manifestação. Não percamos de vista, em tempo algum, o fato de que o nosso desejo, por maior que seja, é unicamente o desejo de Deus em nós. “ Nenhum homem vem a mim, a não ser que meu Pai chame a si. ” O Pai em nós deseja revelar-nos o segredo da sua presença, de outra sorte não sentiríamos esse grande apetite para o segredo ou para a verdade.“ Vós não escolhestes, mas eu vos escolhi e vos ordenei que fosseis e produzísseis fruto. Em suma, depois de todo o nosso afã pela luz e pela verdade, cabe-nos aprender   como cada um por si mesmo há de ligar-se a Deus para esta revelação interna da verdade e conhecimento de sua unidade com ele

O AUTODOMÍNIO

Para o aspirante espiritualista nada há mais importante do que o autodomínio. Entretanto, do ponto de vista prático, o controle dos pens mentos assim como das emoções demonstra-se uma tarefa árdua. Para vencer esta batalha é necessário que o postulante adquira o conhecimento correto sobre a constituição do seu ser. Um primeiro ponto, de importância capital, é a mente. Sendo esta, de acordo com o ensinamento Supermentalista, subdividida em; consciente, subconsciente e Superconsciente . O consciente é o nosso estado de vigília, momento no qual usamos os cinco sentidos para perceber e interagir com o mundo a nossa volta. O subconsciente é uma memória emocionalmente estruturada, onde ficam registradas as nossas experiências, sendo que as vivencias mais marcantes, ai impressas, influem continuamente sobre o consciente. Desta forma determinam-se preferências, medos, desejos, em fim reações emocionais de todos os tipos. Estes dois “departamentos”, o consciente e o subconsciente, formam a pe

O Princípio da Tolerância segundo Swami Vivekananda

O Cristão não precisa tornar-se um Hindu ou um Budista, nem um Hindu ou Budista se tornar um Cristão. Mas cada um deve assimilar o espirito do outro e ainda preservar sua individualidade e crescer de acordo com sua própria lei. Se o Parlamento das Religiões mostrou alguma coisa para o mundo, foi o seguinte: Ele provou para o mundo que santidade, pureza, e caridade não são posse exclusiva de nenhuma igreja no mundo, e que todo sistema produziu homens e mulheres de caráter elevado. Em face desta evidencia, se alguém sonha com a sobrevivência exclusiva da sua própria religião e a destruição das outras, Eu tenho pena dele do fundo do meu coração, e aponto para fora dele sobre a bandeira de toda religião, onde será escrito brevemente com ressentimento da resistência: “Ajuda e não Luta”, “Assimilação e não Destruição”, “Harmonia e Paz, e não Dissenção”.” Veja a biografia do Mestre Swami Vivekananda na integra.

O EU E SUA MÁSCARA

O psicanalista Erich Fromm, em seu livro Psicanálise e Budismo Zen, afirma que “a consciência do homem médio é essencialmente uma “falsa consciência”, consistindo em fingimentos e ilusões, enquanto justamente aquilo de que ele não tem consciência constitui a realidade”. O processo evolutivo do homem tem por finalidade fazer com que ele alcance a verdadeira consciência, através da perfeita união entre a Alma e a Personalidade ou o Inconsciente com o Consciente. Assim se expressa Angela Maria La Sala Batà, em seu livro O eu e o Inconsciente. A autora, porém, ressalva que não é fácil alcançar esse ideal, já que, segundo ela, oscila-se por muito tempo entre um extremo e outro, antes de se atingir o equilíbrio perfeito. A demora e os retrocessos são atribuídos à submissão às regras impostas pela sociedade que nos condiciona a falsas verdades, e nos obriga a criar um falso “eu”, alimentado por acomodações e compromissos, automatismos e hábitos. Esse comportamento, que se faz pre

A Educação como Instrumento de Transformação, a Verdadeira Caridade

  “...o nosso nome, Nirmanakaia , está intimamente ligado ao ideal de compaixão ou caridade . Entretanto não pretendemos dar muletas ou paliativos ao homem que se encontrar enfraquecido. Pois julgamos que se assim o fizéssemos estaríamos agravando sua situação de miséria. Queremos, por outro lado, mostrar-lhe o que pode fazer para tornar-se forte. Ou noutra palavra, ensinar-lhe, como, do ponto de vista prático pode mudar da posição de sofredor das fatalidades a criador de oportunidades.”   veja mais... Veja o texto sobre Nirmanakaia na integra.

Sociedade Scientífica Supermentalista Tattwa Nirmanakaia

Reeducar adultos, despertar os valores e qualidades positivas, latentes no íntimo da criatura. Leva-los a dinamizar, coordenar e expressar toda capacidade construtiva. Dar senso de liberdade e responsabilidade. Apagar superstições, esclarecer, levar ao uso da arte de bem pensar. Essas e outras tarefas que escapam aos dados estatísticos, são feitos desses 81 anos decorridos, e muito mais precisa ser realizado nos anos vindouros. A filosofia Supermentalista, em sua amplitude e profundidade, abre horizontes de pesquisa e conhecimento. A psicologia do comportamento, daí emanada, é a chave de recuperação para a vida. Tudo é festejado, ano após ano, congregando corações jubilosos e abrindo oportunidade para outros. Na eternidade o tempo não se conta pelo nosso calendário, e sim pelos feitos. “O destino do homem é criar a si próprio; ele é o filho de suas obras.” - Afirma Eliphas Levi. O Supermentalismo leva-nos a conhecer os princípios e leis que regem o homem, sua conduta e relações c