Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2018

O fruto da vida

Acreditamos que Deus é todo poder, todo amor, toda verdade, toda justiça e toda harmonia, não é mesmo. Queremos manifestar sua grandiosidade em nós e encontrar o lugar secreto do altíssimo. Muitos acreditam que isso possa acontecer como um passe de mágica pela influência de um ser de luz. Mesmo que isso pudesse acontecer será que estaríamos preparados para reconhecer a graça desta iluminação ? Como podemos abrigar sentimentos do mais puro amor quando estamos ainda lutando pela nossa própria sobrevivência e competindo com os demais a qualquer preço? Como podemos abrigar a presença da Justiça em nós se nossa concepção de justiça está focada em nossos direitos e distanciada de nossos deveres? Como podemos conceber e reconhecer a verdade se buscamos sempre uma forma de ludibria-la com falsidades e improvisos ? A verdade é firme e precisa como a espada que sustenta a justiça. Como podemos reconhecer a harmonia se quebramos as leis que sustentam o cosmo e as relações humana

A verdade da muito trabalho

O preguiçoso jamais a encontrará porque não tem disposição nem interesse para trabalhar arduamente revirando os detalhes e fazendo pesquisas para encontra-la, nem conferir os fatos para verificar sua origem e veracidade, isso dá muito trabalho só de pensar.... É mais fácil acreditar em tudo que lhe dizem... Por isso se contentará com suas ilusões e falsas informações e viverá em um mundo fantasioso e fora da realidade. O temperamental jamais a terá. Aquele que não tem paciência e tolerância com os demais não a conhecerá porque os relacionamentos humanos apesar de complicados e difíceis são excelentes  formas de fazer as verdades escondidas no coração vir a tona. Os conflitos e disputas o aborrecem e ele não tem disposição para ouvir quem discorda dele e simplesmente bate a porta e deixa todo mundo falando sozinho e fica com sua própria verdade que nunca poderá ser questionada por ninguém.  E por isso mesmo sua compreensão  da vida será sempre imperfeita, levando-o muitas vezes

Agora que voce acordou

Que bom que você está acordando  para uma nova realidade!  Agora você começa a perceber que as atitudes egoístas, comuns para a maioria das  pessoas, na verdade  são prejudicais ao meio ambiente, a saúde   física e mental  e são  os causadores do sofrimento e confusão em que vive a humanidade. Você pode romper com a sociedade e viver em um mundo perfeito, criando um muro para se proteger dos que continuam fazendo as coisas do mesmo jeito. Mas isso não resolve o problema de bilhões de seres que vivem na ignorância, e  de alguma forma seus hábitos nocivos vão afetar a você também. Cuidado com os rompimentos porque eles trazem dor e sofrimento, muito mais do que melhorias. Para  envergar o bambu é preciso cuidado para não romper... A natureza não dá saltos... Mudar hábitos antigos requer tempo. Muitos já fizerem e continuam a fazer isso e não deu certo. Olhe a história da humanidade, onde as guerras santas mataram mais que a ambição desenfreada. Você também pode sair pregando por

O crítico e o construtor

Existem dois personagens muito interessantes que de alguma forma interferem  ou influenciam a vida das pessoas. Um deles é o critico e o outro o construtor ou arquiteto. Mas existe uma diferença fundamental entre eles, pois enquanto o crítico é capaz de apontar com detalhes as falhas alheias, o construtor é aquele que não apenas enxerga o problema, mas também está disposto a ajudar a construir uma nova realidade. O crítico é o dedo que aponta para todos como um julgador implacável, gerando incomodo, desconforto e aborrecimento, que na maioria das vezes provoca reações desagradáveis nas pessoas. Ele não está interessado em colaborar com a solução, muito pelo contrário faz parte do problema porque com suas criticas aumenta a tensão. Ele não acredita que as pessoas possam modificar suas atitudes e simplesmente se torna um opositor ferrenho e chato. O construtor observa as falhas alheias, mas entende que as pessoas vão precisar de tempo e muito esforço para mudar e ele está disposto

Meu amigo mestre

Queremos que as pessoas melhorem, sejam mais humanas e gentis , compreensivas e delicadas. Mas não ensinamos para elas como se faz. Aqueles que não tem estes recursos internos  não sabem como fazer isso... Ninguém aprende pelo discurso ou pela crítica. A gente aprende quando um professor paciente e amoroso pega a nossa mão com o lápis e vai escrevendo junto com a gente.. que nos mostra paciente e gentilmente como se faz sem nos julgar. E depois nos acompanha e nos incentiva a cada melhora... Nunca deixamos de ser criança e precisamos sempre de bons mestres para nos ensinar algo que não sabemos... Depois saímos por aí ensinando aquilo que aprendemos... Muitas pessoas, Muitas pessoas que eram agressivas e ignorante,  encontraram bons mestres que tiveram a paciência de ensinar e mostrar pelo seu exemplo como ser uma pessoa mais humana... Levou tempo para aprender, mas agora estas pessoas são admiradas pela sua sensibilidade ... Graças aos seus mestres... E você ? Quando va