domingo, 16 de outubro de 2016

Numerologia : Uma ferramenta para dar um novo rumo a sua vida



Já ouviu falar de Numerologia? Não, não estou falando de números de sorte para ganhar na loteria ou mudanças de nomes para ludibriar o destino.
Falo de uma Ciência Holística que estuda as Vibrações Numerológicas de uma pessoa para indicar o melhor caminho de sucesso na vida pessoal e profissional aproveitando os potenciais existentes.
O estudo que falo é o Mapa Numerológico que analisa nome completo e data de nascimento da pessoa e mostra suas qualidades, potencialidades latentes a lapidar, defeitos a trabalhar e seu caminho de vida e sucesso.
Um Mapa Numerológico bem feito pode evidenciar através dos números que mapeiam a vida da pessoa todos os aspectos e particularidades do Plano de sua vida.
E como a Numerologia pode orientar melhor na Carreira? Como escrevi acima só a pessoa fazendo um Mapa Numerológico bem analisado com um Numerólogo para ter uma ótima orientação.
Mas, é claro que podemos dar uma boa ideia da seriedade da Numerologia analisando um numero específico do Seu Mapa, aquele que serve como orientador para seu caminho de vida,  as vezes chamado de caminho de origem ou destino.
O caminho de origem ou destino obtém-se somando-se todos os números da data de nascimento.

Acompanhe um exemplo:
28/12/1985 :   [ 2+8 ]+ [1 + 2]  +  [1 + 9 + 8 + 5] = 10+3+23
(reuzimos a numeros de 1 algarismo)
(1+0) + 3 +  (2+3)  =   1 + 3 + 5    = 9  ou seja,  (Destino Nove) *

Você deve somar até chegar a apenas um dígito (Números de 1 a 9). Mas existem três exceções: quando a soma der 11 ,  22 ou 33. São Números Mestres, que representam virtudes especiais. Leve em consideração esses números pois eles tem formas especiais de interpretação. Nestes casos, por hora, se você chegou ao número 11 (considere também o 2) e, se a soma deu 22 (leia também os conselhos para o 4) e se chegou ao 33 ( leve também em consideração o 6).
É muito fácil!  Agora que você já descobriu o Número que mostra como você deve se conduzir ao longo de sua vida e trabalho, basta seguir os conselhos da Numerologia e construir uma carreira brilhante e vitoriosa. ***

Os Destinos e as possíveis profissões: **

Destino UM - Liderança e Iniciativa: Não tenha medo de enfrentar desafios. Você veio para vencer, liderar e abrir novas portas. Lute para ser independente e não espere nada de ninguém, conte apenas consigo mesmo. Além de competitiva(o), seja original. Para que seus objetivos sejam alcançados, evite deixar tarefas inacabadas e controle a ansiedade, avaliando bem seus projetos, tendo calma e humildade para fazer as correções necessárias. Não caia na rotina, mantenha-se sempre em movimento e abuse da criatividade.

Destino DOIS - Cooperação e Trabalho em Equipe: Você pode escolher entre o vínculo empregatício ou, se for empreendedor, deve trabalhar em sociedade. Evite atividades solitárias, colabore e atue em equipe, apoiando os que estão na liderança. Tenha paciência, saiba ouvir, levar em consideração a opinião dos outros. Em seu ambiente de trabalho promova sempre a paz e o entendimento. Embora a competição não seja o seu caminho, tome cuidado para não se deixar levar somente pela vontade dos outros, saiba se impor na hora certa e de forma cortês e diplomática.

Destino TRÊS - Comunicação e Otimismo: Para atrair prosperidade nunca perca o alto-astral. O pessimismo e desânimo fecham suas portas. Não se isole e mantenha sempre muitos contatos sociais. Muitas das suas portas se abrirão através dos amigos e relacionamentos. Por isso mantenha a simpatia e boa comunicação. Cuide bem do seu visual e da imagem da sua empresa. Aproveite também as oportunidades de viagens e contatos externos e sempre tenha como meta o crescimento e expansão dos negócios.

Destino QUATRO - Muito trabalho e Persistência: Você precisará ser disciplinado, organizado e saber muito bem aonde quer chegar. O reconhecimento e os bons resultados só virão depois de muito trabalho, dedicação e paciência. Seja persistente e honesto e não tenha medo do trabalho, que deve estar em primeiro lugar. Seja sério e responsável em tudo o que faz e não esmoreça diante do primeiro obstáculo.

Destino CINCO - Movimento e Energia: Os bons resultados virão se você tiver muita coragem, não tenha medo de correr riscos. Sua vida profissional nem sempre é convencional. Você poderá ter duas atividades simultâneas e mudar muitas vezes de trabalho ou profissão. Em sua vida poderão surgir muitas reviravoltas, seja criativo e tenha jogo de cintura. O importante é manter o foco para não se perder diante de tantos interesses. Fuja da rotina e cultive bons relacionamentos, afinal, você leva muito jeito para a comunicação.

Destino SEIS - Responsabilidade e Harmonia: Mantenha sempre seu equilíbrio emocional, sem ele você não vai muito longe. O relacionamento familiar e afetivo interfere muito no desempenho de seu trabalho, portanto, mantenha suas relações pessoais sempre saudáveis, elas são o grande apoio à sua carreira. Apenas tome cuidado para que os relacionamentos não atrapalhem o desempenho de suas atividades. Saiba dosar suas responsabilidades afetivas e as profissionais. Como trabalha bem em equipe, promova sempre a paz e o entendimento em seu ambiente de trabalho. Calma, responsabilidade, vontade de servir e trazer equilíbrio e beleza ao mundo atrairá o sucesso e reconhecimento que tanto deseja.

Destino SETE - Aprimoramento e Intuição: Nunca pare de estudar e se aperfeiçoar. Para chegar ao topo você precisa ser especialista no que se propõe a fazer. Não é necessário ser muito competitivo, já que o mercado virá atrás de você devido à sua capacidade, empenho e sabedoria. Respeite seu ritmo pessoal. Nunca sonegue informação e divida seu conhecimento com os outros. A prática da espiritualidade lhe trará proteção e muito equilíbrio para seguir seus objetivos. Aprenda também a contar e acreditar na sua intuição, ela lhe levará muito longe.

Destino OITO - Ambição e Ética: Você veio para pensar grande e ter muita ambição. Não se contente com menos. Esteja sempre atento às boas oportunidades de negócios. Lidere e motive as outras pessoas. Seja objetivo, disciplinado e muito honesto, já que a falta de ética pode fechar seus caminhos. O trabalho é uma das áreas mais importantes de sua vida, nunca abra mão desse senso de empreendedorismo e ânsia pelo sucesso. Você tem grande responsabilidade social, uma vez que o seu sucesso ajuda a promover a qualidade de vida de um grande número de pessoas.

Destino NOVE - Idealismo e Amplos Horizontes: Quem tem este Destino não se contenta apenas com dinheiro e sucesso. Quer, antes de tudo, fazer a diferença e ajudar a construir um mundo melhor através do seu trabalho. O idealismo, a preocupação com as pessoas e o planeta como um todo podem trazer grandes oportunidades, reconhecimento e contato com pessoas influentes. Você veio para ter uma vida profissional movimentada e muito diversificada. Esteja sempre atualizado em relação ao que acontece no mundo, aprenda novos idiomas e nunca tenha preconceito, afinal você lidará com muitas pessoas e poderá fazer viagens. Apenas tome cuidado com o excesso de idealismo e não perca a objetividade, pensando também em si mesmo. Pratique a espiritualidade e caridade, isso abrirá seus caminhos.

Destino ONZE - Inspiração e Exemplo: Seus caminhos apontam para a liderança, para a realização de projetos voltados para a melhoria da sociedade. Você veio para dar bons exemplos, inspirar os outros positivamente. Acredite na sua intuição e siga os conselhos da sua voz interior. A prática da espiritualidade lhe dará um grande suporte e facilitará que você se desenvolva em diversos aspectos. Seja idealista, procure fazer a diferença com seus projetos originais. Você poderá ter grande projeção e sucesso, mas lembre-se que a aquisição mais importante de sua vida é o crescimento de sua consciência, de sua sabedoria. A cura e orientação estão presentes em seu destino. Cuide bem de suas energias. Considere também as características do Número 2.

Destino VINTE e DOIS - Idealizar e Realizar Grandes Projetos: Você foi duplamente favorecido: tem grande capacidade de planejar e também a capacidade de realizar todos os seus sonhos grandiosos. Sua mente é brilhante e sua energia de trabalho também. Geralmente são pessoas precoces e que apresentam sabedoria nata. Ensine, compartilhe tudo o que sabe, você é um grande instrutor. A espiritualidade é um dos meios de manter seus caminhos abertos e prósperos. Tome consciência do seu poder e responsabilidade, esse é o Número dos Magos. Use esse dom com amor e sabedoria. Considere também as características do Número 4. 

Matéria inspirada em parte do blog :  http://www.cloudcoaching.com.br/ Publicado em 08 de novembro de 2014 de Autoria de  Franco Guizzetti

*  Alguns estudiosos preferem chamar o numero resultante da data de nascimento de Caminho de Origem, porque acreditam que ele alem de ser o guia de comportamento para esta vida, também reflete os últimos aprendizados da Alma.

***As contas acima foram simplificadas para facilitar a compreensão do leitor,  mas na pratica somamos separadamente dia, mês e ano, pois podem surgir números mestres  que não poderão ser  somados com os demais.

*** Existem muitas outras informações tanto na data de nascimento como no nome próprio da pessoa e não devemos analisar  isoladamente porque tudo faz  parte de um conjunto harmônico chamado de Trama da Alma.

Leita Também :


Conheça o Curso de Numerologia da Alma 

cliqueevejamaisdetalhes

         
Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog. 

Visite também  www.leveconsciencia.com.br



Receba nossas Postagens direto no seu e-mail

João Sérgio P. Silva 
Professional Coach, Numerólogo e Administrador de Empresas. Palestras Motivacionais, Cursos, Consultoria e orientação de carreira.  Meu foco é inspirar as pessoas a despertarem os Potenciais adormecidos encontrando a felicidade de fazer parte de algo maior. Ser feliz é alcançar suas metas e sonhos e cumprir sua missão na vida. 
E-mail: leveconsciencia@gmail.com |Skype: jsps@e-services.com.br | Site: www.leveconsciencia.com.br

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

As Paralimpíadas influenciando as nossas vidas


Seguindo o caminho do auto conhecimento achei interessante abordar o evento olímpico para demonstrar como os nossos ensinamentos estão presentes na vida dessas pessoas e quais lições podemos tirar disso.

As olimpíadas são marcadas por sua grandeza e princípios maravilhosos, como de paz, superação, felicidade e harmonia. Após o evento olímpico iniciam-se as paraolimpíadas, cuja principal característica são os atletas com deficiências físicas. A primeira grande surpresa acontece quando conversamos com essas pessoas. É como receber uma aula de superação e uma verdadeira lição de vida, pois ao contrário que muitos pensam, eles não são dignos de pena. Aparentam e são excelentes pessoas, até mesmo porque as aparências não os favorecem na grande maioria. Essa última frase reforça a importância de ser verdadeiro e acreditar no que se faz. Assumir os problemas, buscar fé e acreditar, é obrigatório para encontrar a felicidade ou até mesmo uma questão de sobrevivência. Nesses casos os livros e ensinamentos são somente um apoio, pois precisam criar as suas próprias ferramentas e formar a sua própria consciência e vontade de vencer.

Uma questão bastante importante nesse contexto é que não existem atalhos nesse processo. O deficiente precisa aprender como conviver com as suas limitações e no caso dos atletas como superar e tirar vantagem delas. Essa passagem reforça a importância do cumprimento das etapas de um processo. O que se aprende e vive durante a nossa caminhada é muito mais importante que o resultado final. Muitas vezes quando planejamos uma grande viagem, é muito gratificante fazer o nosso roteiro, pois o prazer antes da viagem é tão bom quanto o da viagem.

Outro exemplo são os antigos alquimistas em busca das suas realizações. Era muito mais importante o aprendizado que conquistavam durante o processo do que propriamente o evento final. Quando tentavam pegar algum atalho ou não cumpriam as etapas necessárias, os objetivos não eram atingidos. Podemos entender que não existe beneficio sem esforço.

Nessa mesma linha do auto conhecimento é muito importante compreender a existência dos problemas. Muitas vezes não entendemos ou nos revoltamos com determinadas situações. São nesses momentos que precisamos entender e acreditar que eles existem para mostrar outros caminhos para permitir o nosso crescimento como pessoa e espirito. Caminhos esses que não conseguiríamos encontrar com a nossa própria vontade, pois muitas dessas questões podem estar fora do âmbito racional e por isso não temos consciência da necessidade de evolução.

Quando questionamos essas pessoas se vale a pena viver, um deles respondeu que a vida é bela e que deus colocou essas dificuldades foi para ele aprender a viver nos altos e baixos.

Uma frase me chamou atenção durante a conversa com os atletas. Ele explicou que um dos grandes diferenciais é não sofrer ou gastar energia com o que eles não tem e sim com o que eles possuem. Dessa forma é possível potencializar toda a atenção e energia nos membros que eles possuem, gerando grandes resultados.

Não é porque não somos portadores de deficiências ou não somos atletas olímpicos que não precisamos nos esforçar para ser pessoas melhores nas nossas vidas e passar de vitimas das circunstâncias para idealizador e responsável pelo nosso sucesso. Muitos obstáculos não estão fisicamente claros ou não temos consciência deles, por isso o autoconhecimento é tão importante para o nosso crescimento como pessoa e espirito.

Bruno Cerqueira Pessoa Salles 


Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog. 

Visite também  www.leveconsciencia.com.br


Somos uma Escola que propaga as boas ideias e busca o Despertar da Consciência, ajudando a tornar as pessoas criadores de novas realidades. 

Nossa sede é na Rua Campos Sales, 38,  Tijuca Rio de Janeiro. Temos palestras públicas toda segunda feira as 19hs.



sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Consagracao do Aposento




Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento.

Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos. Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia.

CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO

consagração aposento
Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo:

Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia.

Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Amor que a todos os seres envolve num só sentimento de Unidade. Este recinto está repleto da presença do Amor. No Amor eu vivo, movo-me e existo. Quem quer que aqui entre sentirá a Pura e Santa presença do Amor.

Há uma só presença aqui: é a da Verdade. Tudo o que aqui existe, tudo o que aqui se fala, tudo o que aqui se pensa, é a expressão da Verdade. Quem quer que aqui entre sentirá a presença da Verdade.

Há uma só presença aqui:  a da Justiça. A Justiça reina neste recinto. Todos os atos aqui praticados são regidos e inspirados pela Justiça. Quem quer que aqui entre, sentirá a presença da Justiça.

Há uma só presença aqui: é a presença de Deus, o Bem. Nenhum mal pode entrar aqui. Não existe mal em Deus. Deus, o Bem, reside aqui. Quem quer que aqui entre sentirá a presença Divina do Bem.

Há uma só presença aqui: é a presença de Deus, a Vida. Deus é a Vida essencial a todos os seres. É a Saúde do corpo e da alma. Quem quer que aqui entre sentirá a Divina presença da Vida e da Saúde.

Há uma só presença aqui: é a presença de Deus, a Prosperidade. Deus é Prosperidade, pois ele tudo faz crescer e prosperar. Deus se expressa na Prosperidade e em tudo o que é empreendido em Seu Santo Nome. Quem quer que aqui entre sentirá a presença da Prosperidade e da Abundância.

Pelo símbolo esotérico das Asas Divinas, estou em Vibração Harmoniosa com as Correntes Universais da Sabedoria, do Poder e da Alegria. A presença da Divina Sabedoria manisfesta-se aqui, nos atos e expressões de todos aqueles que aqui entrarem. A presença do Poder Divino manifesta-se aqui. A presença da Alegria Divina é profundamente sentida por todos aqueles que aqui penetrarem.

Na mais perfeita comunhão entre meu Eu Inferior e meu Eu Superior, que é Deus em mim, consagro este recinto à Perfeita expressão de todas as qualidades que há em mim e em todos os seres.

As Vibrações dos meus pensamentos são Forças de Deus em mim, que aqui ficam armazenadas e que daqui se irradiam para todos os seres, constituindo este lugar um centro de emissão e recepção de tudo quanto é Bom, Alegre e Próspero.

Oração:

Agradeço-te, Oh! Deus, porque este recinto está cheio da Tua Presença. Agradeço-te, porque vivo e me movo em ti. Agradeço-te, porque vivo em Tua Vida, Verdade, Saúde, Prosperidade, Paz, Sabedoria, Alegria e Amor. Agradeço-te, porque todos os que aqui entrarem sentirão a Tua Presença.

Agradeço-te, porque estou em Harmonia, Amor, Verdade e Justiça com todos os seres.

Fonte: Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento.

“Eu Sou este aposento, Eu Sou o Círculo em que se projetam todas as qualidades e Potencialidades que há em mim e em todos os Seres, e me desenvolvo e desperto ampliando cada vez mais o meu circulo de relacionamento e amor vivenciando e irradiando a plenitude da Harmonia, Amor, Verdade e Justiça com todos os Seres. “

Se desejar ouvir a Consagração do Aposento, assista este vide-o
Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog.


Siga-nos para receber novos materiais
 Siga a Escola do Pensamento










Perfil Jsps

sábado, 3 de setembro de 2016

Os ciclos e as transformações


Pobres lagartas humanas, se soubessem que a dor e o sofrimento causados pelas limitações dos verdadeiros casulos que se encontram as levarão a transformar-se em lindas borboletas, capazes de voar livres em alturas nunca antes imaginadas, não sofreriam tanto com estas aparentes limitações.

Muito pelo contrário, fariam coro ao sábio mestre dizendo:“...Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;  Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;  Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa" (Mateus 5: 1 - 11)

Todos os seres anseiam pela sua expansão e crescimento, mas nem sempre estamos preparados para enfrentar nossas fraquezas. Então a sábia justiça Divina nos impõe limites que ao mesmo tempo nos protegem e evitam que nos machuquemos. Muitos destes limites nos fazem sofrer causando sensação de injustiça. Porque outros tem oportunidades, coisas e talentos que não temos?

Mas de tempo em tempo somos chamados a provar a nossa força de vontade e o quanto estamos dispostos a nos comprometer com as nossas mudanças internas, rompendo com o velho e aderindo ao novo.

Nestes momentos podemos encerrar um tempo de limitações e começar outro ciclo de progresso e expansão. Mas é um tempo de morte e despedida, um tempo de crescimento e amadurecimento, um tempo de responsabilização pelos nossos próprios atos. Muitos são os finais e muitos são os inícios. Mas se conseguimos saltar além das dificuldades, poderemos então caminhar neste novo patamar, cujo recomeço será uma oitava acima. Então surgirão novos valores, novas ideias novas formas de agir, novos recursos, novas inspirações. Mas também surgirão novas responsabilidades, porque não avançamos sozinhos.  É preciso reconhecer que tivemos ajuda daqueles que trabalharam para nos proporcionar orientação, e daqueles que nos deram suporte e agora serão merecedores de uma nova oportunidade.

Pode também ser uma oportunidade de enfrentar definitivamente velhos hábitos e fraquezas ou um ciclo de maior humildade e interiorização,  pois tanto as derrotas como as vitória são agentes da mesma lei de transformação e crescimento.

“E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.” 2 Coríntios 12:9,10

O que ligamos na terra ligamos nos céus. Então há de ser algo material que simbolizará este novo patamar e que refletirá no mundo físico e humano o resultado do nosso progresso interno. E talvez tenhamos que viver uma longa etapa de comprovação de que somos de fato merecedores deste novo poder, exercitando e realizando no mundo as obras que ele nos inspira a realizar.

Mais do que nunca nos é exigido uma afinação e sensibilidade para ouvir a voz dos ventos e seguir os conselhos superiores, evitando as armadilhas do comodismo de imaginar que nossos auxiliares resolverão tudo para nós. Muito pelo contrário, teremos que trabalhar com firmeza e seriedade, assumindo cada vez maiores responsabilidades. É uma parceria interna e eterna que doravante teremos que aprender a construir, porque quanto mais subimos mais rarefeito se torna o ar e precisaremos de ouvidos mais aguçados, de olhos mais clarividentes, da mente aberta e da sensibilidade para ler nas entrelinhas e diferenciar o joio do trigo.

Mas sem os relacionamentos humanos não seremos capazes de compreender e desenvolver os relacionamentos espirituais. Se não amarmos as pessoas não seremos capazes de amar os mestres e a Deus. E quanto mais cresce o amor pelas pessoas, mais aumenta o amor espiritual, porque não podemos oferecer aquilo que não temos, e se não somos capazes de amar aqueles que estão próximos e visíveis, como poderia um amor intangível prosperar e ser verdadeiro.  Se não ligarmos o coração humano, não ligaremos o coração espiritual e toda caridade será incompleta.

Mas este amor precisa ser revestido de pratica, abandonando o sentimentalismo. Os conhecimentos adquiridos terão que ser exercitados em obras perfeitas em forma de pontes que facilitem a vida das pessoas. Não se admite mais negligencia e descaso pois seriam verdadeiras ofensas aos auxiliares acima e abaixo, porque sempre seremos ao mesmo tempo mestres e discípulos, como instrumentos de projeção da inteligência superior e ao mesmo tempo exemplos para aqueles que se inspiram em nós. Decepciona-los ou desvia-los seria então um erro dos mais graves punido severamente, interrompendo os elos que nos sustentam. Nos tornamos então eternamente responsáveis por aqueles a quem cativamos e teremos que cuidar dos nossos próprios malabares, mas também dar atenção aos malabares dos nossos cativados.

A justiça nos alcança mais rapidamente na medida em que compreendemos melhor seus segredos, mas o equilíbrio no fiel da balança nos exige neutralidade e não interferência entre suas causas e efeitos. Não poderemos jamais tentar ser mais justos do que Deus e o Universo, mais sábios do que a lei, mais bondosos do que o pai amoroso, pois a justiça é a maior prova de amor. Interferir em seus desígnios seria mais uma vez catastrófico e irresponsável.

Mas com palavras inspiradoras e sabias atitudes e principalmente com exemplos construtivos, podemos plantar sementes nos corações e nas mentes daqueles com quem nos relacionamos, e pacientemente rega-las até que germinem e desabrochem.

Então, não devemos mais descuidar delas, mas sim ficar por perto cuidando para que a plantinha cresça e fique madura e robusta e possa enfim enfrentar as primeiras tempestades, resistindo e se fortalecendo até se tornar uma arvore adulta capaz de gerar seus próprios frutos. Esta pode ser uma grande caridade que podemos fazer para os sedentos de conhecimento que nos procuram, e que estão dispostos verdadeiramente a pagar o preço da verdade e juntos formaremos uma grande floresta.

Olhemos então a grande floresta ao seu nosso redor, veja como tantas arvores contribuem a seu modo de forma silenciosa para criar esta unidade fraternal, que nutre a todos de ar puro, sombra, frutos e frescor, fazendo o mundo cada vez melhor.

Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog. 

Visite também  www.leveconsciencia.com.br



Receba nossas Postagens direto no seu e-mail
 Clique aqui para visitar meu Blog


sexta-feira, 2 de setembro de 2016

ESQUERDA & DIREITA = UM

Meu amigo Jiddu Saldanha propôs um jogo no fb onde pedia para explicarmos a uma adolescente, chamada BRISA, o que é Esquerda e Direita na política, sem falar mal dos políticos. Aceitei.



"BRISA,

Esquerda e Direita sao como os hemisférios do nosso cérebro, brigando destroem a gente o mundo o país tudo. Esquerda e Direita sao ilusões do medo da ganância da incompreensão. Estão se diluindo na briga aparente do Bem - esquerda ou direita - contra o Mal - direita ou esquerda -, por pura falta de capacidade de comunicação e inteligência, ja que nos colocamos a mercê de emoções destrutivas, brigamos e nos desarticulamos, ao invés de construir o mundo na vida que vivemos.

Veja, BRISA, que a ambição material não é algo intrinsecamente ruim. Vivemos nesse mundo, não somos soprinhos divinos desincorporados. A ambição constrói. Vamos só levar em consideração que também não somos sólidos eternos. Mudanças recheadas de imaterialidades estão em nós e ao nosso redor. Isso assusta!

Ser ESQUERDA ou DIREITA pode ser a forma do nosso barquinho encarar o mar imenso. Quem vai nos guiar, qual sera o nosso leme e motor? O medo? O amor?
Questões praticas devem ser encaradas sem fortes emoções (sim, essas que nos empurram sentidos e goelas a dentro). As emoções nos inspiram como os ventos, sopram as velas do nosso coração, integrando-nos ao próprio mar, que as absorve e diz: "sou silêncio, sou paz".

As mãos no leme são razão e emoção de dentro pra fora - que nos conduzem a terra do cérebro inteiro.

A direita está falida na ganancia e egoismo. A esquerda esta falida na prepotencia e amadorismo.

Precisamos juntar os talentos em prol do bem comum, da generosidade em compartilhar e cuidar das riquezas que "Deus" nos deu nessa terra multitrilhardária, nosso Brasil, que por enquanto alguns poucos "fortes" sugam e destroem, enquanto chutam os "mais fracos". E os "mais fracos" querendo ser "fortes", agem de duas formas diferentes: uns se juntam aos seus algozes, outros lutam.

BRISA, pra mim a solucao esta no meio: integridade pessoal, diálogo e união.



:: REFLEXÃO SOBRE AS PALAVRAS ::

Quem sabe usar as palavras o sabe, talvez, não pelo poder de usar o pensamento e a reflexão histórica. Quem sabe usar as palavras teria essa obrigação, viu? Quem sabe usar as palavras deveria apresentar "porte de palavras", só que não. As palavras são tacadas ao vento como balas perdidas. Sem sentido, sem verdade, sem noção.

Um dia vai chegar, como as flores brilharam na face da terra, um dia em que as palavras so aceitarão sair da mais pura e real reflexão pessoal acerca da história lida ouvida vivida sentida. Sem manipuladores, sem manipulados. O respeito a percepção que o outro tem nos coloca em um patamar de educadores. Sim! Somos todos educadores. Que as minhas palavras sejam sábias, gentis, verdadeiras, corajosas, compassivas, respeitosas, construtoras de mim, colaboradoras do nós. VIVA O AMOR! VIVA A DEMOCRACIA! 

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

O PODER DO HÁBITO, vídeos, matéria e apps



Oi,

Hoje encontrei esses links, e fiquei rindo sozinha! Satisfeita de perceber a sintonia com empreendedores dinâmicos, e também por estar aqui, agora, exercitando a rotina da escrita. Compartilho esses achados, que estão contribuindo para minha principal missão desse ano: desenvolver a capacidade da DISCIPLINA. Método: criar hábitos que sustentem os resultados sonhados.

No geral, isso significa sentir-se muito bem, cuidar-se bem, cuidar da família, dos amigos, da empresa, do trabalho, dos projetos de filantropia, enfim, expandir-se espiritualmente na prática.

E tudo isso começa cuidando dos... isso mesmo, hábitos.

A seguir uma pequena seleção relacionada ao tema:

------------
O PODER DO HÁBITO - Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios | de Charles Duhigg
 Cris Franklin
Acelerado e inspirador
- A elétrica, e disciplinadíssima, Cris Franklin (Páginas Matadoras, Fórmula do Lançamento)


 Leandro Oragi
Detalhista e enriquecedor
- Leandro Oragi (Empower Network)


------------
OS 7 HÁBITOS DAS PESSOAS ALTAMENTE EFICAZES | por STEPHEN COVEY | RESUMO ANIMADO Eureka!
 Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes - Eureka!
Criativo e poderoso
- Eureka! 


------------
BASTAM 66 DIAS PARA MUDAR UM HÁBITO
O cérebro se reorganiza constantemente se temos interesse em fazê-lo.


------------
APLICATIVOS PARA AJUDAR A SEDIMENTAR HÁBITOS???
Uso e gosto muito do Superbetter (em inglês) e o Coach.me (também em inglês, mas você pode colocar suas metas em português)


PS: o vídeo que me estimulou a começar uma rotina e me manter firme nela, foi esse aqui embaixo, do Erico Rocha:
------------
 Erico Rocha
>>> 10 HÁBITOS DE UM EMPREENDEDOR <<<
do Erico Rocha (Fórmula do Lançamento)

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
A dica é: Clique nos links acima:
ASSISTA/LEIA TODOS (desenvolva inteligências diversas)
FAÇA SUAS ANOTAÇÕES
LEVE PARA A VIDA REAL
COMPARTILHE!
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

A pegada deste post é mostrar de forma prática como o imaterial e o material precisam ser trabalhados igualmente. "Não há fé sem obras".

Se gostou, compartilhe! Deixe aqui embaixo seu comentário, dúvida, ideia, reflexão!

abraços,
Silvia

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

EQUILÍBRIO E PROGRESSO


ASSIM NA TERRA COMO NOS CÉUS
"O que ligares na Terra será Ligado nos Céus"


Palestra realizada no dia 13/08/2016

“Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha a nós o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu. Lucas 11:2  E, como não podíamos convencê-lo, nos aquietamos, dizendo: Faça-se a vontade do Senhor. Atos 21:14”

E os evangelhos nos dizem ainda : "E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. Mateus 16:19".  “E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Apocalipse 3:7 "
  
Nós construímos os céus pelas nossas atitudes. As coisas são nossos instrumentos para pescar ideias dentro de nós, e que usamos para alcançar novas perspectivas combinando com as realidades já conhecidas para abrir outras portas nos céus.

"Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes. Mateus 13:47"

Toda ideia é perfeita em si mesmo, como uma luz branca e pura, cuja expressão rouba parte desta perfeição na medida em que a diversidade dispersa a perfeição original. Por isso,  para estabelecer a verdade original é necessário uma continua mudança nas formas. A matéria deve pagar o preço da ideia para equilibrar a balança para que a ordem e a justiça permaneçam em equilíbrio. 

A diversidade nos mostra as faces de Deus. Temos procurado onde ele não está, ou melhor, onde não podemos ver, pois cada flor, cada inseto, cada árvore, cada ser tem um pouco desta face e cada obra humana reverencia e expressa sua vida e seu poder. 


"Somos abelhas do invisível, sugamos desesperadamente o mel do visível para acumulá-lo na grande colmeia de ouro do Invisível." (Rilke)

Um se fez três, que se fez milhões. Se mil tiverem uma reflexão sobre um tema, teremos mil perspectivas. E, portanto, não poderemos encontrar a ideia original sozinhos, precisamos da perspectiva dos demais. Que cada um cresça e se multiplique e encontre sua perspectiva única para que eu também possa encontrar a minha e assim possamos ver a luz.
  
Mas se a porta é estreita, nela deve passar apenas um desejo, uma ideia de cada vez. O homem rico não pode entrar no reino dos céus. Como poderia, se para lá nada pode levar e de lá nada necessita, pois está cheio de tudo.
  

O Homem rico é aquele que tem opinião formada para tudo. Isso não tem nada a ver com dinheiro. Sua mente está repleta de conhecimento e sabedoria, ele não precisa aprender nada. Ele pode até ouvir, mas não vai aprender nada, pois enquanto você fala ele fica alinhando o que está ouvindo com o que ele aprendeu e surpreendentemente ele concorda com você e até fortalece o que você diz com frases de efeito como se ele as tivesse dito primeiro. Ele nunca vai esvaziar o cálice.


Amado Nervo aconselha :

"Busca dentro de ti, a solução para todos os problemas, mesmo daqueles que julgares mais exteriores e materiais.

O Segredo está sempre dentro de ti,
Dentro de ti estão todos os segredos.

Seja para abrir um caminho na mata virgem,
Seja para levantar uma parede,
Seja para construir uma ponte,
Deves procurar, ANTES, o Segredo dentro de ti mesmo.

Dentro de ti estão estendidas todas as pontes,
Estão cortadas, dentro de ti, todas as silvas e lianas que fechavam os caminhos.
Todas as arquiteturas já estão construídas dentro de ti.

Indaga do arquiteto escondido dentro de ti mesmo; ELE te dará todas as fórmulas.

Antes de sair à procura do machado mais afiado, da picareta mais rija, da pá mais resistente,

ENTRA em ti mesmo e pergunta."

"Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:33

Um conselho sábio que contém um sutil alerta, porque buscar primeiro o machado afiado não nos levará ao êxito, mas para sair em busca de algo é preciso saber o que se quer. Ir aos céus sem saber o que buscar é como ir comprar algo no shopping e sair cheio de sacolas com coisas que não estávamos procurando ou precisando. Mas será que elas serão úteis naquele momento, ou apenas servirão para nos tirar do foco e retardar o nosso projeto? Quando sabemos o que queremos vamos direto a loja certa, pedimos e recebemos exatamente o que precisamos e assim voltamos para nossa obra e a concluímos.

Mas como em um supermercado, tudo tem seu preço e se enchemos nossa sacola de coisas pagaremos o preço do desperdício de energias, ficaremos perdidos em um emaranhado de ideias que nos prendem em um labirinto, consumindo tempo e recursos e que nos desviarão do caminho.


“Sob o influxo, as obras que empreenderes, terminarás, fugindo o engano rude." (Versos Áureos de PitágorasLeia mais

Quando definimos um objetivo e começamos a trabalhar para ele, inicia-se um fluxo de energias e inspirações em nossa direção. Quando sabemos o que queremos e mantemos o foco, pedimos e recebemos a coisa certa, porque sabemos a parte que nos cabe no trabalho e descartamos aquilo que não precisamos.


Mas para ver a mensagem precisamos ignorar o carteiro e olhar apenas a o conteúdo. Se ficarmos distraindo a atenção não veremos a mensagem, muitas vezes escrita nas entrelinhas do cotidiano, que se confundirão com textos, sonhos e imagens fantásticas, mas sem nenhuma utilidade pratica para nosso projeto. Se julgarmos as situações segundo os valores que temos, perderemos a oportunidade de ver a mensagem que poderia abrir uma nova porta em nossa mente e nos propiciar uma nova perspectiva da realidade.
  

É esta habilidade de separar e focar as coisas que nos ensina a razão, a grande academia do espírito, que nos treina para construir a realidade dentro de nós mesmos a partir das coisas externas. Sob esta ótica não há ilusão na matéria, ela é apenas uma projeção das necessidades dos corações humanos, a cujos desejos são dadas formas.

Imaginemos uma bandeja dessas de forminhas de gelo, só que cada pequena divisãozinha contém gelatina liquida  cada uma de um sabor diferente. A gelatinas seriam as emoções e experiências, e as separações das forminhas seriam a nossa capacidade de separar, a razão. Se você balançar tudo os sabores se misturam e fica tudo sem graça e confuso. Se não tivermos esta capacidade de separar as experiências, manter firme as forminhas, as coisas se misturam e perdemos a sua capacidade de realização. Uma emoção desagradável por exemplo, toma toda a natureza da pessoa e impede que ela realize outras coisas. O empregado leva para casa seu aborrecimento, o trabalhador leva para a empresa seus problemas e assim por diante.

A razão separa para compreender e construir passo a passo, uma realidade de cada vez para aprender a lidar com as emoções e a diversidade, até que um dia o espirito seja capaz de "segurar todos os fios" mantendo unido e coerente seu universo pessoal e despertando a individualidade na diversidade.

Todo "gerente de projeto" precisa ao mesmo tempo de foco e capacidade de lidar com diversos processos simultâneos sem que um interfira no outro. Necessário ao espírito herdar da razão a habilidade de criar a separatividade e "departamentalizar” a mente. Separar as "pedras grandes" das "pedras pequenas", adquirir capacidade de gerenciamento de tempo e recursos. Precisa manter equilíbrio nos relacionamentos pois são eles que nos ensinam a grande lei da justiça e equilíbrio através da reciprocidade.


Acredito que na perspectiva do amor Divino, não somos pecadores ou santos, culpados ou inocentes. Somos criaturas amadas, acariciadas pelo vento, aquecidas pelo sol, alimentados pelos vegetais e frutas, refrescadas pelos rios, pela chuva e pela brisa do mar. Somos sua presença viva no mundo e cada aventura nossa é cheia de sua onipresença. O seu imenso amor levou ao sacrifício da ausência para que esta presença interna permita que aprendamos a viver uma vida plena. Um pai grandioso precisa ocultar-se e diminuir-se para que seus filhos se tornem grandes, sem o peso de sua sombra. Assim também, todo mestre um dia terá que se sacrificar na ausência, para que seus discípulos ganhem notoriedade.

Nessa visão o universo é sustentado pela vontade Divina, que mantem a unidade cósmica sustentando as forças opostas como se estivesse segurando todos os fios que formam a vida, no topo da grande Hierarquia Espiritual.

Nossa vida é fruto do trabalho de muitos auxiliares que permanecem invisíveis aos nossos olhos por causa da nossa visão limitadora e do juízo de valores que fazemos. Muitas pessoas nos ajudam sacrificando seus desejos e vontades para nos atender. Outras se calam diante das nossas ofensas por compaixão conosco e que continuam a nos aceitar como seus amigos. E muitos continuam a colaborar conosco mesmo depois de algumas agressões. São verdadeiros mestres humanos, que não podemos ver pela nossa miopia. Mas um dia os veremos pois "Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece" Quem sabe temos o apoio de muitos outros auxiliares invisíveis, que nos ajudam em nossas tarefas, nos aconselhando e nos protegendo de erros, falhas e teimosias. 


É hora de amadurecer e aprender a cuidar de si mesmo deixando de dar tanto trabalho aos auxiliares, retomando aos poucos os fios da sua vida, pegando de volta os seus “malabares” que eram suportados por tantos auxiliares. O amadurecimento leva a assumir a responsabilidade por sua própria vida, e nos capacita a também poder prestar alguma ajuda aos outros, pois somente quem pode cuidar de si mesmos pode de fato oferecer ajuda real. Nas instruções de voo nos aviões, sempre se recomenda que primeiro se coloque a sua mascara antes de oferecer ajuda a quem está do seu lado.


O pequeno príncipe passou por diversos pequenos planetas onde em cada um havia um único morador que tinha uma mania em particular. Um era Vaidoso, o outro Poderoso, outro ambicioso etc. Mas ao chegar a Terra se surpreendeu porque aqui tinha milhares de preguiçosos, milhares de vaidosos, milhares de ambiciosos.. todos juntos formando a grande confusão que é o nosso planeta. Isso significa que agora, que aprendemos cada lição em separado, é hora de unir tudo, pegar de volta os seus malabares que estavam sendo equilibrados pelos seus auxiliares e unir tudo que vivenciou isoladamente. Iniciativa e vontade; sensibilidade e resiliência para vencer resistências; criatividade e intuição; foco, disciplina e ritmo, cadencia e persistência para a construção da obra; transformação de formas e padrões,  mudança do ritmo para alcançar um novo patamar, relacionamentos e sintonia; investigação e busca da perfeição,  ambição para construir um novo projeto. 

Somente o equilíbrio permite lidar com muitos desafios ao mesmo tempo sem descarregar nos outros seus problemas e emoções, mesmo vivenciando situações difíceis que exigem elasticidade e constantes mudanças de sintonia. 

É de fato um desafio grandioso e requer um espirito maduro e disposto a encarar sua própria cruz, assumir a responsabilidade pelas suas atitudes e resgatar velhas contas que foram deixadas para trás. Por isso Jesus disse aos seus discípulos aos pés do monte quando relatavam suas experiencias : "Bem aventurados os que sofrem, bem aventurados quando vos caluniam.., porque vocês conhecerão a Deus"


 Aquele que deseja seguir o caminho da espiritualidade deve primeiro assumir a sua cruz e responder pelos seus próprios erros e acertos, entender o quanto deixou para traz algumas lições e dedicar-se a corrigir velhos erros. 



Se podes conservar o teu bom senso e a calma,
Num mundo a delirar, pra quem o louco és tu;
Se podes crer em ti, com toda a força d´alma,
Quando ninguém te crê;
Se vais faminto e nu,
Trilhando sem revolta um rumo solitário;

Se à torva intolerância, à negra incompreensão,
Tu podes responder subindo o teu Calvário.
Com lágrimas de amor e bênçãos de perdão;

Se podes dizer bem de quem te calunia;
Se dás ternura em troca aos que te dão rancor,
Mas sem a afetação de um santo que oficia,
Nem pretensões de sábio a dar lições de amor;
Se podes esperar sem fatigar a esperança; ... leia mais

(Trecho do Poema Se)



Temos a tendência a usar mal os princípios e talentos que herdamos e com isso aprender as lições pela metade. Se temos a liderança e poder, excedemos a força e a objetividade e expressamos agressividade ferindo as pessoas ou nos apropriando de direitos alheios. 

Se temos sensibilidade, o principio oposto, nos tornamos magoáveis e frágeis, inseguros e extremamente emotivos e por conta disso nos refugiamos na dependência alheia.

Se temos a criatividade nos expressamos com riqueza e beleza nos perdendo em uma diversidade de ideias com pouco realização. 

Quando diante da racionalidade nos tornamos materialistas e possessivos, rígidos e conservadores. 

Os ventos das mudanças nos arrastam para aventuras e rompimentos com dores e sofrimentos alheios priorizando a liberdade aos compromissos. 

Diante da experiência de romantismo nos entregamos as paixões e negligenciamos nossa identidade interna.

Diante do sagrado meditamos e nos aprofundamos na pesquisa e investigação de nossa natureza, e nos afastamos das pessoas levando uma vida reclusa.

Mas o caminho do meio, não é o meio do caminho, e sim a união integrada dos opostos em perfeita harmonia. 

Bailar com o tempo como um pendulo, tempo de pensar e tempo de agir, tempo de pedir, tempo de receber, tempo de plantar e tempo de colher. Saber deixar a corda "esticar" sem arrebentar, esperar amadurecer, ouvir o ritmo e entrar em sintonia com ele, tornando-se uma engrenagem do Universo, pois o melhor dos resultados é obtido no fio da navalha, aquele ponto limite onde muitos desistem, o ponto de mutação onde age o sábio que exerce domínio de sua própria natureza. 

Para toda ação há de haver uma reação para reajustar a ordem perdida, aquilo que está em cima, no plano da ideia é igual ao que está em baixo, no plano da expressão. A ideia pertence ao plano vertical e desce ao plano horizontal em um fluxo de realização em busca da perfeição ou verdade original.


Sem a justiça a vida seria uma grande confusão e não valeria a pena qualquer esforço para conquistar um objetivo. A vida lhe dá tudo aquilo pelo qual você verdadeiramente se esforça. Pede e receberás, procura e acharás. Mas pede com a alma, procura com toda a sua sede de encontrar, e trabalha com todo o seu ser construindo na terra aquilo que abrirá as portas para que você tenha o direito de receber esta graça. A lei é perfeita. Nada é dado de graça e toda ação produz uma reação. Assim os filhos de Deus podem se tornar mais fortes e crescer cada vez mais. A justiça nos leva a desejar o crescimento e a libertação.

A produtividade pode ser um processo de aprendizado e um círculo virtuoso. E quem a domina torna-se prospero em escala crescente para realizar e distribuir riqueza e benevolência. Plantar exige colher, e colher exige distribuir.  Daí vem a riqueza e o poder. 

Mas pobre daquele que acredita que é o dono de alguma coisa, porque ignora o parceiro invisível, sempre presente a lhe guiar, e torna-se então escravo de Maya e cai no círculo vicioso da ambição desenfreada.

Nos admiramos com as coisas grandiosas que conseguimos como sociedade, como os meios de transporte, as comunicações, a tecnologia, as viagens espaciais, as grandes obras, as grandes conquistas da indústria e da ciência. Mas as vezes tudo parece uma grande loucura sem controle e nos perguntamos se não deveríamos ter permanecido na inocência e na pureza, se não deveríamos limitar a ambição que destrói matas e rios para construir estradas, pontes e hidroelétricas.

Foi desta loucura que nasceu a sociedade com toda sua organização, toda sua riqueza e majestade e despertou a ambição humana e produziu as injustiças e a concentração de poder e riqueza na mão de poucos e gerou tanta fome e violência.  

Mas também foi ela quem fez nascer no coração do homem a solidariedade e amor pelo próximo e o sonho de um mundo grandioso e justo para todos.

Sem este poder não podemos alcançar e conceber a grandiosidade do universo, alcançar outros planos, e ficamos prisioneiros da confortável sobrevivência.

O que ligamos na terra ligamos nos céus. Com este poder dominado poderemos alcançar as alturas do mundo espiritual e transpormos os limites da matéria, podemos conservar nossa unidade mental e astral e a unidade do espirito.

A construção física nos leva a construção espiritual e nos permite entender a grandiosidade do universo de Deus. Sem a grandiosidade física não seriamos capazes de vislumbrar a grandiosidade cósmica.

Os caminhos tortos nos levam a todos ao topo das montanhas onde podemos vislumbrar a verdade e perceber que não ha nada de errado no universo. São apenas caminhos de cada um, atalhos escolhidos livremente para criar seu próprio universo e que a Justiça é a grande lei de amor.


SALMO 18 -  IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL

Na pequenina percepção do homem
Não se projeta o plano divinal
A construção do grande universo
Grandiosa terra
Grandioso céu
Milhares de anos
Deus preparou
E agora realizará
O seu Divino plano
Que aguardou
Milhares de anos
Deus preparou
É grandioso o plano divinal
Plano que agora vai se realizar
E a partir de pequenina forma
Através dela se concretizar



É Para você que as musicas foram feitas,
É de você que o salmista fala,
É você que está nas palavras sagradas,
O aposento da consagração é você,

O templo é você, a Igreja é você.
É sua historia que foi representada a mais de 2000 anos em Jerusalém,
Era você que nascia na manjedoura, 
É você que clama no deserto, 
São suas palavras que não voltarão vazias,
É você que carrega sua cruz.

Tire o grande ator do cenário e assuma o protagonismo de sua historia.

Fale as palavras que ele falou, adote-as como suas.
Leia novamente os textos sagrados e tudo ganhará um novo sentido.

Se você gostou deste texto, fique a vontade para compartilhar, comentar  e recomendar nosso Blog. 

Visite também  www.leveconsciencia.com.br

Somos uma Escola que propaga as boas ideias e busca o Despertar da Consciência, ajudando a tornar as pessoas criadores de novas realidades. 

Nossa sede é na Rua Campos Sales, 38,  Tijuca Rio de Janeiro. Temos palestras públicas toda segunda feira as 19hs.

 Clique aqui para visitar meu Blog

Permitamos que a nossa Chama se torne um Sol Radiante

Nossa preocupação neste momento não deve ser apenas manter a nossa chama acesa, ou preservar aquilo que temos, mas sim permitir que  ela ...