Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Nossas Forças Mentais - Prentice Mulford

Pensamentos e Frases de Prentice Mulford Um Supremo Poder e Sabedoria rege o Universo. A inteligência Suprema é Infinita e penetra o espaço ilimitado. A Suprema Sabedoria, Poder e Inteligência está em tudo quanto existe, desde o átomo até os astros. Ela existe mais do que todas as coisas. A Inteligência Suprema é todas as coisas e constitui cada átomo da montanha, do mar, da arvore, da ave, do animal, do homem e da mulher. Nem o homem nem os seres que são superiores podem conceber a Sabedoria Suprema, mas o homem receberá sempre com alegria profunda os vislumbres da luz e da Inteligência suprema que lhe permitirão trabalhar para a sua felicidade final, ainda que sem compreender nunca todo o mistério dela. Não há mais do que um só espírito, um só poder, uma só força no Universo. Se juntarmos todas as nossas forças espirituais, teremos reunido e concentrado todo o nosso poder, o qual podemos desta maneira, dirigir sobre as coisas ou lugar que nos aprouver. Qu

A raiva coloca a alma em perigo

Quando os homens escarnecem do  princípio e violam as máximas sagradas  da vida, podem despertar  um sentimento de indignação nas pessoas e isso é  oportuno. A raiva legítima existe, mas envolve o  princípio e não a pessoa, como na passagem em  que Jesus expulsa os cambistas do Templo.  Uma  pessoa jamais deve direcionar a raiva para outra  pessoa. As nuvens escuras da raiva encobrem o  sol da alma, assim como uma nuvem tempestuosa  encobre o sol.  Portanto, devemos prestar atenção  ao aviso do apóstolo: “Não se ponha o sol  sobre a vossa ira”. Não dar importância a este  aviso acarreta graves consequências. Se alguém  vai dormir, à noite, guardando no coração a  raiva não justificada contra outrem, seu revestimento  astral, carregado daquela raiva, pode sair  e dirigir sua ira à vítima inocente. Mesmo sem  o conhecimento da pessoa, a raiva incontrolada  pode ser instrumento do infortúnio ou mesmo  da morte repentina do outro.  Quando a pessoa  dorme, o subconsciente assume o