Pular para o conteúdo principal

Sociedade Scientífica Supermentalista Tattwa Nirmanakaia

Reeducar adultos, despertar os valores e qualidades positivas, latentes no íntimo da criatura. Leva-los a dinamizar, coordenar e expressar toda capacidade construtiva. Dar senso de liberdade e responsabilidade. Apagar superstições, esclarecer, levar ao uso da arte de bem pensar. Essas e outras tarefas que escapam aos dados estatísticos, são feitos desses 81 anos decorridos, e muito mais precisa ser realizado nos anos vindouros.

A filosofia Supermentalista, em sua amplitude e profundidade, abre horizontes de pesquisa e conhecimento. A psicologia do comportamento, daí emanada, é a chave de recuperação para a vida. Tudo é festejado, ano após ano, congregando corações jubilosos e abrindo oportunidade para outros. Na eternidade o tempo não se conta pelo nosso calendário, e sim pelos feitos.


“O destino do homem é criar a si próprio; ele é o filho de suas obras.” - Afirma Eliphas Levi.
O Supermentalismo leva-nos a conhecer os princípios e leis que regem o homem, sua conduta e relações com seus semelhantes, origem e constituição integral, além de sua posição no esquema cósmico. Nessa comunhão de pensar, sentir e querer, vivemos e construímos, crescemos e progredimos no ritmo do ideal Supermentalista –Força irresistível de progresso.  Veja mais...

Fraternalmente.

Comentários

  1. E de fundamental importância a nossa escolha, a Escola do Pensamento nos possibilita uma escolha ao nosso bem-estar e compartilhamento com eficiência e sabedoria.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostou do texto?
Comente e compartilhe

Postagens mais visitadas deste blog

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr

A vida é uma dança

Quando uma porta se fecha, outra se abre; quando um caminho termina, outro começa… nada é estático no Universo, tudo se move sem parar e tudo se transforma sempre para melhor. Habitue-se a pensar desta forma: tudo que chega é bom, tudo que parte também.  É a dança da vida… dance-a da forma como ela se apresentar, sem apego ou resistência. Não se apavore com as doenças… elas são despertadores, têm a missão de nos acordar. De outra forma permaneceríamos distraídos com as seduções do mundo material, esquecidos do que viemos fazer neste planeta. O universo nos mandou aqui para coisas mais importantes do que comer, dormir, pagar contas… Viemos para realizar o Divino em nós. Toda inércia é um desserviço à obra divina. Há um mundo a ser transformado, seu papel é contribuir para deixá-lo melhor do que você o encontrou. Recursos para isso você tem, só falta a vontade de servir a Deus servindo aos homens. Não diga que as pessoas são difíceis e que convivência entre seres humanos

O Ritmo do Trabalho

Primeiramente gostaria de agradecer a todos que se interessam por esta leitura e dizer que tudo que falarei aqui é de minha inteira responsabilidade. São minhas crenças pessoais, fruto de meus estudos e reflexões, mas que não devem ser levadas como verdades absolutas, porque nem mesmo eu as tenho desta forma. Eu vos convido a refletir comigo, se permitindo o direito de observar pelo menos por alguns momentos, certas questões que serão apresentadas,  por uma visão diferente e talvez contraditória a sua própria visão. Durante todo este mês estaremos debatendo este tema e gostaríamos de convida-lo a deixar seus comentários e reflexões no final do texto clicando em novo comentário e acompanhar as respostas e sugestões dos demais. Não estranhem o fato de que teremos mais perguntas do que respostas, mais reflexões do que formulações prontas, pois as perguntas parecem contribuir mais para o aprendizado do que as afirmações. Quem de nós pode de fato afirmar alguma coisa,