Pular para o conteúdo principal

O que é Iniciação


Atualmente, fala-se muito de Iniciação. Mas, o que é exatamente a Iniciação?

Com a intenção de encontrar resposta a essa pergunta, folhearemos o Volume V, da Doutrina Secreta, em busca do que disse Blavatsky, sobre os Mistérios da Iniciação. Inúmeros e diversos são esses Mistérios, e atrás desses relatos misteriosos, iniciamos a aqui a nossa jornada.

Vamos considerar para este estudo, como já havíamos informado acima, as revelações contidas no Volume V, da Doutrina Secreta, começando pela Seção XXVIII., que trata da origem dos Mistérios.

A história dos cultos secretos parece ter-se iniciado com o culto a Hércules no Egito, que muitos julgavam ser um deus grego, mas que, de fato, é de origem indiana. O seu culto foi introduzido no Egito por imigrantes oriundos da Índia, e do Egito foi levado para a Grécia.

Os gregos chegaram a atribuir o berço de Hércules à cidade de Tebas, porém, os conhecidos doze trabalhos de Hércules foram realizados na cidade de Argos, antiga cidade grega, na península do Peloponeso. 

Hércules na verdade é uma figura mitologica que representa simbolicamente o iniciado, que precisa realizar os Doze Trabalhos para alcançar a libertação. Cada trabalho inicia-se em um signo do Zodíaco, começando por Aries quando ele tem que controlar as éguas reprodutoras. As éguas representam o pensamento criativo, que se descontrolado produz mais estragos do que benefícios.

Cada Nação organizou para si um sistema religioso especial, adaptado à sua capacidade intelectual e às suas necessidades espirituais. Com isso restringiu-se a muito poucos o acesso ao verdadeiro conhecimento.

Era indispensável encobrir a verdade, para resguardá-la de possíveis profanações, e assim o véu foi-se adensando gradualmente, à medida que crescia o egoísmo pessoal. E isso conduziu aos Mistérios.

Essas práticas foram instituídas em todos os povos e países, permitindo-se que crenças exóticas se arraigassem nas mentes do público profano. Essas crenças, inofensivas e inocentes, em sua fase inicial, como se fossem acontecimentos históricos adaptados à mente infantil, não prejudicavam as verdades filosóficas e abstratas que eram ensinadas nos santuários. Permitiu-se que a imaginação popular desse forma aos Poderes que os produzem.

As verdades ocultas foram retiradas completamente do alcance das massas, mas com o passar do tempo, sacerdotes inescrupulosos se prevaleceram da fé ingênua do povo para elevar aqueles Poderes à categoria de deuses.

A partir de então, o conhecimento das verdades primordiais ficou inteiramente reservado aos Iniciados. Mas, afinal de contas, o que é um Iniciado, sob o aspecto prático? Vou usar a definição simples do grande sábio e filósofo romano Marco Túlio Cícero.

Segundo Cícero, “um iniciado deve praticar, o mais possível, todas as virtudes: justiça, fidelidade, liberalidade, modéstia e temperança, dentre muitas outras.”

O Iniciado adquiria poderes através dos conhecimentos a que tinham acesso, através das revelações dos Mistérios. Mais tarde, os Iniciados transmitiram seus conhecimentos aos reis, da mesma forma que fizeram os Mestres divinos aos seus antepassados.

Os poderes e conhecimentos dos Mistérios passaram para os faraós, e desses para os monarcas da Quinta-Raça Os faraós eram todos Iniciados nos mistérios da Medicina, e curavam enfermos, ainda que, devido às duras provas para atingirem a Iniciação final, não pudessem chegar a ser perfeitos hierofantes. Mas, sempre contavam com o auxílio dos hierofantes dos templos, quando ignoravam alguns aspectos dos segredos da medicina oculta.

Como podiam os sacerdotes egípcios adquirir conhecimentos tão maravilhosos, em todos os ramos da ciência, sem que houvesse um manancial mais antigo? Santuários famosos, localizados no Egito, foram eles os grandes responsáveis pela Iniciação de grandes filósofos da Antiguidade.

Foi no grande santuário de Tebas que Pitágoras, em seu regresso da Índia, aprofundou o estudo da ciência dos números ocultos. Foi em Mênfis que Orfeu popularizou a sua metafísica indiana, demasiado abstrata para as mentes da Magna Grécia. E se Platão não tivesse ido fazer as suas devoções no santuário de Heliópolis, é bem provável que ele não deslumbrasse a humanidade com o seu sistema de ética.

O estudo da Numerologia, herdado do grande Mestre, Pitágoras, dá aos aos estudantes a condição de Iniciados. Em torno de cada um  forma-se uma energia de proteção, denominada egrégora, que protege de influências e ataques maléficos, criando uma rede protetora que nos une em torno de um ideal comum, a evolução espiritual da humanidade.

Esse processo dá-nos poder, mas, também, cobra-nos muita responsabilidade. Se decidirmos entrar na jornada Iniciática que, bravamente, saibamos resistir às tentações de desistirmos de seguir em frente. Muitas serão as tentativas das energias negativas de nos afastar do sagrado caminho da Iniciação. A perseverança nos protegerá e nos proporcionará acesso ao poder Iniciático.

Sócrates declarou, segundo narrou Platão, que “os Iniciados têm a certeza de que andam em companhia dos deuses”.

Material extraido do Cuso de Ocultismo do Mestre  Gilberto Gonçalves.


Entendo que a iniciação não é apenas adquirir conhecimentos misticos, mas sobretudo um caminho de aprendizado e crescimento espiritual,  e isso é realizado através de provações, que são os momentos em que o iniciando tem a oportunidade de aplicar o que aprendeu para adquirir um nivel mais elevado de consciencia.

"Decifra-me ou te dovoro", significa que o aprendiz chega a uma encruzilhada onde tem que resolver o enigma por si mesmo, encontrando soluções criativas para os problemas que se apresentam. 

O Leigo imagina que estas provas são produzidas artificialmente por alguem para testar sua capacida de aprendizado e que para isso bastaria estudar bem a materia ensinada.  Até existem estas provas, mas as verdadeiras Iniciações acontecem  no coditiano da vida do aprendiz que chega a um beco sem saida que gera angustia e sofrimento até que ele resolva a questão e encontre uma saida espiritual.

Esta solução certamente haverá de ser algo novo que brota do seu intimo e lhe revela uma nova realidade, permitindo que ele possa a partir desta experiencia dar um pequeno salto em seu nivel de consciencia e viver de forma mais elvada. É uma libertação de antigos padroes.

Quando alguns discipulos de Jesus o procuraram no Monte onde ele passava conhecimentos, pergutaram-lhe a razão de tanto sofrimento, ele respondeu.  Bem aventurados os que sofrem, pois conhecerão a Deus.

O Sofrimento é uma das caracteristicas marcantes destes momentos de provação que exige uma nova postura ou então a desistencia.  Em ambos os casos a dor desaparece. 

Isso acontece porque o processo iniciático mexe com valores e crenças enraizados, que o aprendiz teima em repetir. 

Iniciação não é para seres perfeitos, mas para aprendizes cheios de erros e fraquezas, mas que desejam supera-las e decidiram enfrenta-las com coragem e trilhar o caminho do crescimento espiritual para se tornarem mais leves e amorosos.

É um processo de desfazer-se. Como disse Jesus para o Homem Rico, "Larga tudo que possuis, Pega tua cruz e siga-me"

A diferença é que aquele que sacrifica seu ego se rende a uma nova postura adquire uma nova visão e sente dentro de si uma grande alegria, enquanto que aquele que desiste sente um alivio momentaneo, mas terá que aguardar uma nova oportunidade para colocar seus conhecimentos a prova.

Aquele que entra em uma escola de Misterios,  candidata-se a passar periodicamente por estes sofrimentos transformadores. 

Voce pode estar passando por um destes processos de transformação e nem se deu conta devido ao fato de que eles acontecem de forma tão natural em sua rotina da vida.  Nestas horas nao adianta reclamar, passar o problema para alguem, nem culpar os outros, pois foi voce mesmo que buscou este momento para se tornar uma pessoa melhor, o que só acontecerá quando extrair desta situação o verdadeiro aprendizado que ela traz.

Pode ser um problema com uma injustiça que esteja sofrendo, uma doença, um problema com seu trabalho, um familiar com dificuldades que precisa de sua ajuda, pode ser uma situação sem saida, pelo menos aparentemente, onde se correr o bicho pega e se parar o bicho come.

Para o iniciado, as formulas tradicionais nao ajudam muito para resolver o problema e ninguem poderá resolver a situação pois a unica saida é voltar-se para si mesmo, dobrar os Joelhos diantes de Deus e dos Auxiliares e pedir orientação. 

Procura e acharás, bate e a porta se abrirá, disse Jesus.  Mas para ouvir a voz do silencio é preciso paz e resignação. Pois é quando nos ajoelhamos e nos rendemos que a luz se faz em nossos corações conforme exemplifica o oitavo trabalho de Hercules no signo de Scorpio. 

É nestas horas que o autocontrole e a paz interior permitirão ouvir os conselhos sublimes dos mestres, que abrirão as portas do caminho fazendo surgir uma nova dimensão da realidade diante de nossos olhos. 


João Sergio

Leia Também : Os Doze Trabalhos de Hercules

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia a gente aprende

Atribuido a W illiam Shakespeare Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que f

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr