Pular para o conteúdo principal

A dualidade onda-particula

 

A Dualidade onda-particula

O que esse assunto tem a ver com espiritualidade?

O que física, partículas e ondas podem nos ensinar sobre nossas vidas ? 

Primeiramente precisamos nos perguntar o que é uma partícula e o que é uma onda.

Uma partícula tem peso, massa, pode ser medida, ocupa um lugar no espaço e nos lembra a racionalidade da mente humana.

Já uma onda não tem corpo, não existe fisicamente. Ela é apenas uma vibração que se propaga através de um meio, e lembra os nossos sentimentos.

Uma partícula é sempre individual, separativa e uma onda é algo aglutinador, coletivo, sistêmico. 

O estado racional nos leva a buscar entender, explicar, comparar e decidir o melhor baseado na inteligência.

Já o estado emotivo é não analítico. A partir de um estímulo externo ou interno, somos levados por um sentimento, que como uma onda vai crescendo e se expandindo e tomando toda o nosso corpo e nossa mente e quando vemos estamos vibrando naquela frequência.

No sábado de manhã, fui parar acidentalmente no meio do Campeonato de Surf de Saquarema e me senti como naqueles filmes da série Star Wars, quando os alienígenas se encontravam nas estações de embarque. Pessoas com roupas estranhas, cabelos de todas as cores e diferentes cortes, jeitos e palavreados diferentes dos meus.

Me dei conta que o alienígena ali era eu, de calça jeans, cheio de frio, sapatênis e assustado.

Refleti diante daquela diversidade que tentando ser únicos, criando seu mundo "particular" eles acabaram formando uma grande onda e ficaram muito semelhantes.

Então me dei conta que eu também surfo em minhas ondas, e lá eu sou também um alienígena para a maioria das pessoas. Numerologia, ocultismo, tecnologia, negócios... 

Se não tivermos nossa individualidade não nos reconhecemos, mas acho que se não fizermos parte de uma onda não seremos capazes de nos relacionar com ninguém não é mesmo...

A importância da Consciencia neste processo de Dualidade.

 As vezes a gente quer esAerar um momento certo para agir, estudar a situação, e acaba perdendo a onda.

 Outras vezes a gente se deixa levar por uma forte onda e perde o contato com a realidade tangível e nada cria de valioso.

 A mente desenvolveu uma técnica para desligar das coisas difíceis ou desinteressantes e simplesmente desliga a consciência ou desvia a atenção.  Por exemplo quando estamos conversando e as pessoas dizem coisas que me incomodam simplesmente não ouvimos o que elas dizem... Outras vezes nem pensamos e já vamos embarcando nas suas sugestões e crenças de terceiros e nos deixamos aprisionar na onda delas.

 A gente se desliga para dormir, se desliga diante da dor e sofrimento, se desliga do mundo para entrar em um universo pessoal, se desliga de si mesmo entrando na onda do grupo e se deixando levar...

 Sobra muito pouco tempo de consciência plena.

 Como disse Hisenberg, estes dois estados nunca se manifestam simultaneamente, mas sim de forma alternada. São como a noite e o dia, a lua e o sol. O coração e a razão precisam se alternar para que possamos manter nossa condição humana.

 Mas existe um ponto quase nulo em que ambos os estados estão presentes, é o momento de transição em que um está nascendo e o outro está morrendo. Como um por do Sol, ou o despertar matinal.

 Se a gente mantiver a consciência ativa, esta é uma excelente oportunidade para ver além da dualidade e dar um salto de consciência.

 A importancia dos Relacionamentos.

Parece que somos frutos dos nossos Relacionamentos.  Somos o relacionamento da Consciencia com a onda e Partícula,  Somos o relacionamento com a grande onda que é a vida do Universo.

Participamos de muitas outras ondas com as quais estamos sintonizados.

E podemos também criar nossas próprias ondas a partir de nossas atitudes Pioneiras.

Se não vibrarmos, seremos apenas uma massa física inerte.  Apenas Uma Partícula.

Mas ao Vibrar e se propagar nos tornamos parte da vida das pessoas e do Universo.

O Universo é esta vibração permanente que preenche todos os espaços.

A matéria física é apenas seu veículo de propagação, mas sua essência é vibração.

Precisamos uns dos outros para propagar nossa vibração e o relacionamento interpessoal ou em grupo é a chave.

Vibramos pelo tom e qualidade de nossas palavras, pelo jeito que fazemos as coisas, pela paixão de entregamos ao que fazemos.

Vibramos quando a consciência está presente impregnando a matéria.

Quando Razão e emoção estão juntas, cada uma no seu tempo se intercalando.

Uma constrói e a outra propaga. 

Assim, contagiamos aqueles com quem nos relacionamos, e podemos contagiar também outros pelo efeito cascata.  E isso vale para boas e más vibrações. 

Se quando vibramos e guardamos para nós, não criamos uma onda, e por mais que seja um momento feliz aquela chama pode se apagar sem se propagar.

Mas se voce acreditar muito na sua paixão e for capaz de se unir a pessoas que abracem suas ideias para ajudá-lo a torná-la realidade então pode criar sua própria onda e fazer a diferença no universo.

Da mesma forma, também pode aderir a uma corrente já existente e ajudar a fortalecê-la com sua paixão ligando seu coração ao coração de todos que dela se integram, tornando-se uno com eles.

Pensando bem, acho que esta é a grande diferença de nós para os elétrons e dos demais seres, porque podemos escolher em que onda queremos surfar e ainda podemos criar nossa própria onda. 

Não seja inerte por favor,  seja a transformação que voce quer no mundo,  Vibre, ame, realize e se entusiasme sempre com a grandiosidade da vida.

 

Veja também :  O principio da Indeterminação

https://www.escoladopensamento.org.br/2021/11/indeterminacao.html

 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am

Um dia a gente aprende

De  William Shakespeare Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que falar pode