Pular para o conteúdo principal

Todo problema é um apego ?

Ouvi esta frase que ficou latejando em minha mente: “Todo problema é um apego”. Então fiquei refletindo que se algo nos incomoda, porque então não nos livramos dele? Será que ficamos inventando desculpas para dizer a nós mesmos que não somos capazes de resolver, que não temos os recursos, só para nos mantermos em situação conhecida, embora dolorosa?
Talvez seja porque pelo menos temos algum poder sobre a situação já que aprendemos a conviver com o problema, e assim nos sentimos com algum controle sobre alguma coisa em nossa vida, mesmo que seja um caos para quem vê de fora.
Talvez o desconhecido seja ainda mais assustador para nós do que uma situação desconfortável, afinal já sabemos quase tudo sobre o problema. Conhecemos suas crises, suportamos suas dores e limitações, nos esticamos, nos encolhemos e voltamos a relaxar quando as coisas aparentemente voltam a normalidade do nosso conhecido problema.
Tem uma história em que um mestre samurai decide escolher um líder e apresenta um desafio aos discípulos. Quem resolver o problema será o novo líder.
Diante de uma mesa, no centro do salão, um lindo jarro de Cristal com flores maravilhosas e perfumadas. Este é o problema, disse o Mestre, resolvam!
Todos ficaram em silêncio por muito tempo buscando entender o problema. Alguns levantaram, rodearam o jarro, mediram, compararam.
Até que de repente do fundo da sala surge um grito e um samurai vem correndo com a espada empunhada e destrói o vazo em mil pedaços.
O Mestre então, o chama na frente de todos e diz:  Parabéns ! Problemas precisam ser resolvidos e eliminados. Você é o novo líder.
E você, meu caro samurai, vai sacar sua espada ou vai continuar tendo um caso com seu problema?
João Sérgio
Se você gostou deste texto, convido-lhe a deixar seus comentários e compartilhar com seus amigos.
Mas não esqueça de informar a fonte

Receba nossas Postagens direto no seu e-mail

Perfil Jsps

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida é uma dança

Quando uma porta se fecha, outra se abre; quando um caminho termina, outro começa… nada é estático no Universo, tudo se move sem parar e tudo se transforma sempre para melhor. Habitue-se a pensar desta forma: tudo que chega é bom, tudo que parte também.  É a dança da vida… dance-a da forma como ela se apresentar, sem apego ou resistência. Não se apavore com as doenças… elas são despertadores, têm a missão de nos acordar. De outra forma permaneceríamos distraídos com as seduções do mundo material, esquecidos do que viemos fazer neste planeta. O universo nos mandou aqui para coisas mais importantes do que comer, dormir, pagar contas… Viemos para realizar o Divino em nós. Toda inércia é um desserviço à obra divina. Há um mundo a ser transformado, seu papel é contribuir para deixá-lo melhor do que você o encontrou. Recursos para isso você tem, só falta a vontade de servir a Deus servindo aos homens. Não diga que as pessoas são difíceis e que convivência entre seres humanos

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr

O Ritmo do Trabalho

Primeiramente gostaria de agradecer a todos que se interessam por esta leitura e dizer que tudo que falarei aqui é de minha inteira responsabilidade. São minhas crenças pessoais, fruto de meus estudos e reflexões, mas que não devem ser levadas como verdades absolutas, porque nem mesmo eu as tenho desta forma. Eu vos convido a refletir comigo, se permitindo o direito de observar pelo menos por alguns momentos, certas questões que serão apresentadas,  por uma visão diferente e talvez contraditória a sua própria visão. Durante todo este mês estaremos debatendo este tema e gostaríamos de convida-lo a deixar seus comentários e reflexões no final do texto clicando em novo comentário e acompanhar as respostas e sugestões dos demais. Não estranhem o fato de que teremos mais perguntas do que respostas, mais reflexões do que formulações prontas, pois as perguntas parecem contribuir mais para o aprendizado do que as afirmações. Quem de nós pode de fato afirmar alguma coisa,