Pular para o conteúdo principal

Todo problema é um apego ?

Ouvi esta frase que ficou latejando em minha mente: “Todo problema é um apego”. Então fiquei refletindo que se algo nos incomoda, porque então não nos livramos dele? Será que ficamos inventando desculpas para dizer a nós mesmos que não somos capazes de resolver, que não temos os recursos, só para nos mantermos em situação conhecida, embora dolorosa?
Talvez seja porque pelo menos temos algum poder sobre a situação já que aprendemos a conviver com o problema, e assim nos sentimos com algum controle sobre alguma coisa em nossa vida, mesmo que seja um caos para quem vê de fora.
Talvez o desconhecido seja ainda mais assustador para nós do que uma situação desconfortável, afinal já sabemos quase tudo sobre o problema. Conhecemos suas crises, suportamos suas dores e limitações, nos esticamos, nos encolhemos e voltamos a relaxar quando as coisas aparentemente voltam a normalidade do nosso conhecido problema.
Tem uma história em que um mestre samurai decide escolher um líder e apresenta um desafio aos discípulos. Quem resolver o problema será o novo líder.
Diante de uma mesa, no centro do salão, um lindo jarro de Cristal com flores maravilhosas e perfumadas. Este é o problema, disse o Mestre, resolvam!
Todos ficaram em silêncio por muito tempo buscando entender o problema. Alguns levantaram, rodearam o jarro, mediram, compararam.
Até que de repente do fundo da sala surge um grito e um samurai vem correndo com a espada empunhada e destrói o vazo em mil pedaços.
O Mestre então, o chama na frente de todos e diz:  Parabéns ! Problemas precisam ser resolvidos e eliminados. Você é o novo líder.
E você, meu caro samurai, vai sacar sua espada ou vai continuar tendo um caso com seu problema?
João Sérgio
Se você gostou deste texto, convido-lhe a deixar seus comentários e compartilhar com seus amigos.
Mas não esqueça de informar a fonte

Receba nossas Postagens direto no seu e-mail

Perfil Jsps

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia a gente aprende

Atribuido a W illiam Shakespeare Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que f

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr