Pular para o conteúdo principal

A Casa Espiritual



Descrevo abaixo minhas reflexões sobre a construção espiritual, mas peço que não a vejam como uma verdade mas apenas o compartilhamento de minha visão.

Me veio a mente que ao estudarmos os conhecimentos espirituais estamos desenvolvendo  uma estrutura que nos ajuda a construir uma visão do intangível.

Penso que o processo é semelhante a construção de uma casa de madeira. Primeiro são colocados os grandes Caibros  que darão sustentação e em seguida os caibros menores e as ripas que  vão sendo interligados aos poucos formando uma grande armação.

Por fim, sobre esta estrutura será feito o acabamento que dará forma a casa e permitirá existir vida trabalho e relacionamento. 

Cada informação que recebemos e assimilamos são como pequenas estruturas, que vamos unindo aos poucos. Sozinhas parecem de pequeno valor, e nossa construção parece meio sem sentido, mas uma vez que são unidas e conectadas, passam a dar forma e sentido.

Eu moro a uma distancia de 10k da casa do meu filho e a rodovia principal as vezes fica muito engarrafada. Mas existe um caminho por dentro que é mais rápido e ele me guiou duas vezes mas eu não sabia fazer sozinho porque me deixava guiar.  Até que decidi aprender o caminho e ir sozinho, mas antes comecei a marcar alguns pontos de referência como dobrar a esquerda na esquina da igreja evangélica, depois dobrar a esquerda na casa laranja, e seguir  1 k depois da lanchonete motocross...etc... 

Me lembrei então que nossos neurônios são células com várias extremidades e ligamos uns aos outros através do desenvolvimento das relações que fazemos para alcançar uma ideia. E essas ligações formam caminhos para chegar a informação toda vez que precisamos dela.  Mas  as conexões entre cada neurônio formam uma espécie de marcação para a próxima conexão e quanto maior a energia com que ela é impregnada melhor fica a referencia. 

Percebam que existe uma relação entre as referências que usamos para chegar a um caminho e os pontos de conexão neurológicos que formam as conexões cerebrais.

Esse parece ser o mecanismo pelo qual construímos as nossas relações internas e externas.

Mas quando estamos estudando temas como a espiritualidade lidamos com algo intangível que não podemos ver e medir e precisamos usar a analogia entre o físico emocional e o espiritual para criar as conexões em nossa mente. 

Os aprendizes são guiados por uma visão espiritual, que precisa encontrar uma correspondência material para que possa trazer compreensão. 

Assim, ao fazer determinadas ligações físicas que tenham correspondência com o conhecimento, adicionamos  uma ligação tridimensional aquela experiência que vai além da ligação neurológica. 

A medida em que realizamos as experiências e temos consciência dos eventos que estamos vivenciando podemos fazer esta ligação que une o intangível ao tangível e traz compreensão. 

É como se houvesse um molde intangível por traz dos conhecimentos, mas que ao se expressar ganham vida e compreensão.

Isso nos lembra a frase do Mestre Jesus. "O que ligares na terra será ligado nos céus."

Então percebemos que apenas com as teorias, mas sem experiências a casa fica somente na armação e não se pode morar nela. 

Mas por outro, sem a consciência para ligar o evento ao aprendizado ou a teoria com a prática, não se poderia produzir a matéria energética que constrói a compreensão espiritual.  Ou seja, não damos forma a ideia e não podemos utiliza-la na vida pratica.

É por isso que o conhecimento sem a própria experiência e reflexão podo tornar-se um grande acumulado de ideias que não se conectam e e não fazem sentido para a vida pratica.

Talvez por isso frequentemente vemos um ensinamento  espiritual traduzido pelos seus metres como caminhos que se assemelham a vida pratica, traduzidos em um linguagem que nos permite aos poucos subir a escada do tangível para o intangível e de lá retornar com um conhecimento novo que possa ser aplicada na vida, ou como disse Reich, somos abelhas do invisível loucamente levando o mel do invisível para o visível.

Espero que estas reflexões possam ser útil a todos os leitores estimular suas próprias reflexões.


Joao Sérgio P. Silva

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A vida é uma dança

Quando uma porta se fecha, outra se abre; quando um caminho termina, outro começa… nada é estático no Universo, tudo se move sem parar e tudo se transforma sempre para melhor. Habitue-se a pensar desta forma: tudo que chega é bom, tudo que parte também.  É a dança da vida… dance-a da forma como ela se apresentar, sem apego ou resistência. Não se apavore com as doenças… elas são despertadores, têm a missão de nos acordar. De outra forma permaneceríamos distraídos com as seduções do mundo material, esquecidos do que viemos fazer neste planeta. O universo nos mandou aqui para coisas mais importantes do que comer, dormir, pagar contas… Viemos para realizar o Divino em nós. Toda inércia é um desserviço à obra divina. Há um mundo a ser transformado, seu papel é contribuir para deixá-lo melhor do que você o encontrou. Recursos para isso você tem, só falta a vontade de servir a Deus servindo aos homens. Não diga que as pessoas são difíceis e que convivência entre seres humanos

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am