Pular para o conteúdo principal

A jornada da Iniciação




Para nos acompanhar nessa jornada, nada melhor do que o livro de Alice Bailey, Iniciação Humana e Solar, que narra detalhadamente o significado do processo de Iniciação.

   

A palavra Iniciação se origina de duas palavras latinas: IN, dentro de, e IRE, ir,   andar, significando a formação de um princípio ou ingressando em algo. Na sua mais ampla acepção, representa – aquele que deu o primeiro passo, quando se trata da 1ª iniciação. É o primeiro passo de muitos que conduzirão ao Caminho da Santidade. 

   

Sabedoria e Conhecimento são predicados dos que ingressam no Caminho, se ainda não conquistados, numa permanente e eterna busca da conquista.


A sabedoria é a ciência do espírito, da mesma forma como o conhecimento é a ciência da matéria. O conhecimento é separativo e objetivo, ao passo que a sabedoria é sintética e subjetiva.


O conhecimento divide; a sabedoria une. O conhecimento diferencia, ao passo que a sabedoria combina. 

   

A Iniciação, ou o processo de expansão, faz parte do processo normal do desenvolvimento evolutivo, encarado de um ponto de vista mais amplo e não ponto de vista do indivíduo.

   

Cada Iniciação representa a aprovação do aluno para um curso mais adiantado na Câmara da Sabedoria, como esforço da mente abstrata, de um ponto de polarização para outro. Esse processo resulta num horizonte que se expande continuamente até abarcar a esfera da criação, num crescente aumento da capacidade de ver e ouvir em todos os planos.

   

Esse processo de expansão gradual depende do próprio aspirante, e não de algum instrutor oculto realizando um oculto ritual, e a consequência desse processo conduz ao que poderíamos denominar de uma crise. 

   

Nesta crise que, segundo a autora, requer a ajuda de um Mestre, processa-se um ato definido que se manifesta no corpo do aspirante, sintonizando os átomos em determinada vibração possibilitando que se alcance um novo ritmo. 

   

Esta cerimônia de Iniciação representa um dos aspectos da realização da Iniciação, mas não resulta no aspecto espiritual, representando um simples reconhecimento, pelos Instrutores da Raça, de um ponto definido na evolução do aprendiz, resultando em dois efeitos:


1. Uma expansão de consciência que leva a personalidade até a sabedoria alcançada pelo Ego e, nas Iniciações mais altas, até a consciência da Mônada.

   

2. Um breve período de Iluminação, no qual o Iniciado vê a parte do Caminho a ser percorrido diante dele e no qual compartilha, conscientemente, do grande plano de evolução.

   

Após a Iniciação, o trabalho a ser feito consiste em tornar aquela expansão de consciência como parte do uso prático da personalidade e em dominar aquela porção do Caminho que ainda precisa ser percorrida.

   

Um ponto muito importante que é preciso entender é que cada Iniciação sucessiva resulta numa unificação mais completa da personalidade e do Ego e, em níveis mais elevados, com a Mônada. 

   

Toda a evolução da alma humana é uma unificação progressiva, entre a personalidade e o Ego. Portanto, as unificações se sucedem, acompanhando o processo evolutivo. 

   

A unificação em todos os níveis – emocional, intuitivo, espiritual e divino – consiste numa atividade consciente e contínua, visando tornar o ser humano conscientemente uno. 

   

Em primeiro lugar, uno consigo mesmo e com aqueles que estão encarnados com ele. Em segundo lugar, com o seu Eu Superior e, assim, com os demais seres. Em terceiro lugar, com o seu Espírito, o Pai que está nos Céus e, assim, com todas as Mônadas. E, finalmente, com o Logos, o Senhor do Mundo. 

   

Diz a autora que, na terceira Iniciação, o humano se torna um Ego consciente com a consciência do Eu Superior, num processo pela ação dos Mestres e do Cristo, e através do Seu sacrifício, ao encarnarem fisicamente para ajudar o mundo. 

   

Na quinta Iniciação, o humano se une à Mônada, com a ajuda do Senhor do Mundo, o Vigilante Solitário. E, por fim, o humano se torna uno com o Logos através da ajuda d'Aquele Sobre Quem Nada Pode Ser Dito.

   

Mediante esse processo de alta complexidade para a mente humana, a humanidade evolui, deixando para trás, lentamente, o seu apego à Matéria para se unir com Deus.

   

Como participar desse processo, ainda pouco compreensível para nós humanos?


É se deixar conduzir por nossos Mestres, que apontarão os caminhos e ensinarão as atitudes a serem tomadas,Todo dia, é uma oportunidade extraordinária que Deus te concede, para retomar seus projetos e manter o avanço, até a conclusão dos seus objetivos. Assim, aproveite ao máximo essa chance, se ligue ao que é capaz de fazer e como consegue progredir, desconecte-se do tamanho das adversidades do mundo, você tem o livre arbítrio para priorizar o que realmente importa para você.


Extraído do Curso de Ocultismo de

Gilberto Gonçalves












Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia a gente aprende

Atribuido a W illiam Shakespeare Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que f

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr