Pular para o conteúdo principal

TAOISMO



O conceito taoista da natureza do universo é, ao mesmo tempo, de tal modo sublime e tão extraordinariamente moderno que os físicos atuais somente há pouco tempo começaram a aceitar o mesmo princípio geral. 
Nesta concepção, não há lugar para a ideia de uma divindade-criadora onipotente separada de sua criação. A crença em Deus cede lugar para uma reverência pela majestade e mistério do próprio cosmos. 

O Grane Lao-Tzé, em sua obra Tao Te Ching, escrito há dois milênios e meio, afirma que aquele que fala do Tao não conhece; aquele que conhece, não fala.

O sagrado princípio criativo não é um ser que deva ser amado ou aplacado com hinos e sacrifícios, mas um estado do ser que se manifesta por todo o cosmos e não existe separado de nada, uma vez que é a própria essência de tudo o que existe. 

O sublime Tao é aquilo que existe bem na frente de nossos olhos. Longe de estarmos separados dele – assim como as almas separadas de Deus , segundo a teologia cristã – nós somos permeados por ele, e partilhamos de seu próprio ser.
 
O fato de a maioria de nós experimentarmos uma sensação de solidão, de separação, tanto da realidade mais elevada como de todos os seres e objetos à nossa volta, deve-se a uma falsa compreensão e a uma imperfeita percepção dos sentidos, que nos leva a pensar em termos de "Eu sou eu; o outro é o outro."

Pessoas de formação cristã ou judia inclinam-se a pensar que a ausência de crença numa divindade onipotente implica necessariamente numa aceitação de uma doutrina materialista. Isso, no entanto, é um grande erro. 

Um taoista talvez ficasse mais satisfeito, se você o descrevesse como um seguidor da doutrina de que a matéria é essencialmente espírito.

O Tao é o Caminho, mas é também a Fonte, a Viagem, o Viajante e o Objetivo. Um homem, seus companheiros, todos os seres sensíveis, seu meio ambiente e todo o cosmos estão inextricavelmente ligados. 

O homem não é o senhor do universo; ele está condenado a morrer se atacar por muito tempo a natureza. No taoismo não há lugar para a arrogância. 

O Tao intangível manifesta a si próprio como um cosmos que contém miríades de forma mutáveis, através do princípio da polaridade, a interação das forças polares yin e yang. 

Yin que originalmente expressa o lado sem sol da montanha, significa o aspecto  receptivo dos fenômenos; yang, o lado ensolarado da montanha, significa o seu aspecto dinâmico. Não são opostos, mas duas faces de uma mesma moeda, pois um não pode existir sem o outro. Não pode haver luz, sem trevas, dinamismo sem calma, mais sem menos, o não-fazer sem o feito. 

Não se deve supor que o yin seja inferior ao yang. Não pode haver procriação sem a fêmea, montes sem vales, o nascer das flores sem a secagem. O yang contém a semente do yin, o puro yin contém a semente do yang. 
    
Quando o yin e o yang se desintegram, todos esses fenômenos de desarmonizam; e com o reinício se sua interação harmoniosa, um novo ser passa a ter existência. 
    
O único fator imutável no cosmo é a própria mudança. Nada permanece o mesmo nem por um instante, mas isso de modo algum resulta num estado caótico de fluxo incontrolado. 

    
O Tao não tem interesse pela ascensão ou queda de indivíduos, mas pelo progresso tranquilo e sem esforço de suas transformações, pelo bem-estar do todo. 


Gilberto Gonçalves 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr

Um dia a gente aprende

De  William Shakespeare Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que falar pode

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am