Pular para o conteúdo principal

CURSO DE OCULTISMO – CAIBALION




Caibalion, que já definimos na aula anterior, apresenta Sete Princípios, e, através deles,
se baseia toda a Filosofia Hermética. 

    Os sete Princípios são os seguintes:
    1. O Princípio do Mentalismo
    2. O Princípio de Correspondência
    3. O Princípio de Vibração
    4. O Princípio de Polaridade
    5. O Princípio de Ritmo
    6. O Princípio de Causa e Efeito
    7. O Princípio de Gênero


    1. O Princípio de Mentalismo
    "O Todo é Mente, o Universo é Mental"
        
O TODO é ESPÍRITO, é ICOGNOSCÍVEL e INDEFINÍVEL mas pode ser considerado como uma MENTE VIVENTE INFINITA E UNIVERSAL Ensina também que todo o mundo fenomenal ou universo é simplesmente uma Criação Mental do TODO, sujeita às Leis das Coisas criadas, e que o Universo, como um todo, tem sua existência na mente do TODO, em cuja Mente vivemos, movemos e temos a nossa existência.

Este Princípio explica a verdadeira natureza da Força, da Energia e da Matéria, como e por que todas elas são subordinadas ao Domínio da Mente. Sem esta Chave-Mestra, o Domínio é impossível, e o estudante baterá em vão nas diversas portas do Templo.

    II. O Princípio de Correspondência

    "O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima"

A compreensão deste Princípio dá ao homem os meios de explicar muitos paradoxos obscuros e segredos da Natureza. Os antigos Hermetistas consideravam este Princípio como um dos mais importantes instrumentos mentais, por meio dos quais o homem pode ver além dos obstáculos que encobrem à visão, o Desconhecido. 

Este Princípio habilita o Homem a raciocinar inteligentemente do Conhecido ao Desconhecido. Enxergando o que está embaixo, entende-se o que está em cima, e que a nossa visão desconhece.

    III. O Princípio de Vibração

    "Nada está parado, tudo se move, tudo vibra".

Este Princípio hermético foi enunciado há milhares de anos pelos Mestres do antigo Egito, e é confirmado hoje em dia pela Ciência.

Desde o TODO que é puro Espírito, até a forma mais grosseira da matéria, tudo está em vibração. Quanto mais elevada for a vibração, tanto mais elevada será a posição na escala. A vibração do Espírito é de uma intensidade e rapidez infinitas, e praticamente ele está parado, como uma roda que se move muito rapidamente parece estar parada, como as hélices de um ventilador. 

    "Aquele que conhece o Princípio de Vibração alcançou o cetro do poder", afirma um escritor antigo.

    IV. O Princípio de Polaridade

     "Tudo é Duplo, tudo tem polos, tudo tem o seu oposto, o igual e o desigual são idênticos em natureza, mas diferentes em grau. Os extremos se tocam, todas as verdades são meias-verdades, todos os paradoxos podem ser reconciliados".

Em tudo há dois polos ou aspectos opostos, e os dois opostos são simplesmente os dois extremos da mesma coisa, consistindo a diferença em variação de graus. O Amor e o Ódio são aspectos que se transformam um no outro, por uma simples mudança de vibração.

O conhecimento deste Princípio habilitará o discípulo a mudar a sua própria Polaridade, assim como a dos outros, se ele consagrar o tempo e o estudo necessário para obter o domínio da arte.

    V. O Princípio do Ritmo

     "Tudo tem fluxo e refluxo, tudo tem suas marés, tudo sobe e desce, tudo se manifesta por oscilações compensadas, a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda, o ritmo é a compensação"

Existe sempre uma ação e uma reação , uma marcha e uma retirada, uma subida e uma descida. Isto acontece em todo o Universo, nos sóis, nos mundos, nos homens, nos animais, na energia e na matéria. Este Princípio e o da Polaridade foram calculados secretamente pelos Hermetistas, e os métodos de impedi-los, neutralizá-los e empregá-los formam uma parte importante da alquimia Mental de Hermetismo.

    VI, O Princípio de Causa e Efeito

    "Toda Causa tem o seu Efeito, Todo Efeito tem sua Causa, tudo acontece de acordo com a Lei, o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida, há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei. 

As massas do povo são levadas para frente, os desejos e as vontades dos outros são mais fortes que as vontades delas, a hereditariedade, a sugestão e outras causas exteriores movem-nas como se fossem peões no tabuleiro de xadrez da Vida. Os Mestres ajudam a jogar a criação, quer física, quer mental ou espiritual, mas é possível que, sem partida da vida, serem jogados e movidos por outras influências e vontades. Os Mestres obedecem à Causalidade do Plano Superior, mas, ainda assim, ajudam a governar o nosso Plano.

    VII. O Princípio de Gênero

    "O Gênero está em tudo, tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino, o gênero se manifesta em todos os Planos".

No Plano Físico este Princípio se manifesta como sexo, nos Planos Superiores toma formas superiores, mas é sempre o mesmo Princípio. Nenhuma Criação, quer física, quer mental ou espiritual, é possível sem este Princípio. Este Princípio opera sempre na direção da geração, regeneração e criação. Todas as coisas e todas as pessoas contêm em si os dois Elementos deste grande Princípio. 

Todas as coisas machos têm também o Elemento feminino, todas as coisas fêmeas têm o elemento masculino. O Hermetismo nada contém que sirva para alimentar pensamentos ou teorias luxuriosas, perniciosas ou degradantes. Para aquele que é puro, todas as coisas são puras, para os vis, todas as coisas são vis e baixas.

A geração de uma ideia é a formação do gérmen dessa ideia, a regeneração é o aperfeiçoamento e o crescimento dessa ideia, e a criação é a realização completa da ideia. 

Gilberto Gonçalves 
    

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um dia a gente aprende

Atribuido a W illiam Shakespeare Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que f

Consagracao do Aposento

Gostaria de oferecer uma prece já conhecida e consagrada pelo Circulo Esotérico da Comunhão do Pensamento,   a Consagração do aposento. Mas proponho que ao afirma-la, cada um se veja no centro de um círculo que forma ao redor de si “um aposento”, um lugar especial dentre de cada um de nós mesmos.  Um círculo que cresce e se expande a medida que nos purificamos e nos tornamos projeções mais perfeitas do poder, sabedoria e amor de Deus. Que  envolve aos poucos aqueles com quem nos relacionamos e vai se ampliando e tocando os círculos iluminados daqueles com que cooperamos, formando um círculo cada vez maior de Paz e Harmonia. CONSAGRAÇÃO DO APOSENTO Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença que me envolve inteiramente Afirmo: Há uma só presença aqui: é a presença da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há uma só presença aqui: é a do Amor. Deus é Am

A tríade Pensar, Sentir e Agir

Estes três vértices formam o triangulo magico da Criação, que envolve sempre Ideia, sentimento e ação. Existe uma estreita correlação entre eles , de tal forma que quando um deles é  acionado desencadeia reação nos demais. O pensamento gera sentimento, que provoca ação, a ação provoca sentimento e reflexão , o sentiment o dependente da criação mental e da iniciativa. Qual o motor que costumamos usar em nossas vidas? Ação desenfreada e irrefletida, rompantes destruidores sem a analise cautelosa da razão? Turbilhões de imagens mentais que incendeiam as emoções ? Sentimentos nebulosos de magoa ou paixões desenfreadas , confund indo a  a razão   e a  visão  da realidade? Os sábios antigos comparavam o homem com uma carruagem. O Cocheiro representa a mente, Os Cavalos Representam o coração e as emoções, A Charrete com sua mecânica, representa o Corpo Físico. Quem está no comando desta carruagem? A carruagem move-se desgovernada seguindo ladeira abaixo, carr